sexta-feira, 18 de março de 2011

Consulta dos 3 anos. Temos top model ou médica?

Hoje lá fomos as duas à pediatra à consulta de rotina dos 3 anos.

A Rafaela entrou consultório adentro super bem disposta e conversadora. Cumprimentou a doutora e disse-lhe de imediato: "Doutora,tenho bichos na garganta. Tenho tosse. Tamos todos com tosse, eu, a mamã e o papá. Todos!".

Ela é assim, despachada que só visto e hiper comunicativa!!! Quando era bebé chorava que se matava no consultório da pediatra mas agora não tem medo e já sabe que os médicos são amigos. Adora lá ir!! Já toda a gente a conhece, fala com as recepcionistas, anda pela sala de espera a meter-se com as outras crianças, faz perguntas e mais perguntas! É uma alegria!!! E está sempre desejosa que chegue a nossa vez para ir falar com adoutora :-))

Tenho-lhe explicado que os médicos são nossos amigos e ela interiorizou perfeitamente a explicação. Para além disso, noto que tem bastante curiosidade e simpatia pela actividade dos doutores. E esta curiodidade cresceu ainda mais quando a amiga Teresinha (a coleguinha da creche cuja mãe é médica)lhe ofereceu um estojo de médica no terceiro aniversário!!

Desde então, passou a fazer consultas aos bonecos, vê a garganta, os ouvidos, põe e tira pensos, dá comprimidos e xaropes... "Agora respira fundo" diz ela enquanto ausculta a bonecada para ver se têm bichos nos pulmões :-)))

Eu e o papá também não nos safamos e estamos muitas vezes deitados de barriga para cima enquanto a piolha nos examina!!! É um espectáculo!!

Mas voltando à consulta. A Rafaela lá se despiu para a doutora a pesar, medir e examinar. Portou-se lindamente!

Temos então 1 metro de gente!! É verdade, a minha menina já mede 1 metro!!... mais 58cm e está do meu tamanho!! Sempre foi grande!! Quando estava na minha barriga esteve sempre no percentil acima, depois de nascer continuou sempre a desenvolver-se acima da média... se continuar nesta linha de crescimento será uma mulher com 1,80m!! temos TOP MODEL então :-))))

1 metro de gente com 15,300kg! Excelente! Come super bem dorme melhor ainda, fala pelos cotovelos, tem uma energia estonteante e um desenvolvimento mental 5 estrelas. Aliás, neste aspecto a própria educadora diz que a Rafaela está "muito à frente em relação às crianças da idade dela". Talvez por isso continue a preferir a companhia dos adultos do que a companhia de outras crianças porque com os adultos satisfaz toda a sua curiosidade e aprende mais. A pediatra diz para eu não me preocupar porque não é nada preocupante ela preferir a companhia dos adultos. Ela sempre foi assim desde muito pequenita. Ela aborrece-se de estar com as outras crianças porque com as crianças da idade dela não aprende quase nada, não se sente estimulada.

Ela gosta é de andar atrás dos adultos, a ver e a perguntar o que estamos a fazer! Ver, aprender, mexer, perguntar e perguntar até nos deixar de cabeça em água com tanto "e porquê?... e porquê?"

Para além disso, eu tenho a plena consciência que como mãe tenho feito um trabalho do qual me orgulho totalmente. Conversamos o tempo todo, explico-lhe tudo e mais alguma coisa, mostro-lhe o mundo, passeamos, corremos, brincamos, praticamos imenso desporto, proporciono-lhe tempo de qualidade em quantidade!!! Ela passa quase todo o dia comigo e isso é coisa rara nos dias de hoje! São poucas as mães que têm a possibilidade de passar o dia todo com os filhos. Mas também conheço mães que ficaram desempregadas como eu e preferem ter as crianças em full time na escola. São opções. Eu optei por ter a Rafaela na escola apenas em part time (de manhã) e confesso que não estou nada arrependida! tem sido óptimo para ambas!

Mas continuando. A consulta correu muito bem. Ali estava a Rafaela toda despida em cima da maca numa diversão tremenda! Ora vamos lá ver essa garganta. Vamos lá ver essa tosse. Foi aqui que fiquei surpreendida!! A piolha está com uma amigdalite e eu não fazia ideia! tem pontos brancos na garganta... aqui em casa temos tido todos tosse (aliás fui eu que me constipei e contaminei filha e pai!!)... mas nunca pensei que a piolha estivesse com uma amigdalite! Tem dormido super bem, tem comido super bem, não tem tido febre, nem tem andado rabugenta, não tem tido qualquer sinal de doença!! Apenas aquela tosse seca igual à minha e à do papá... as crianças são fantásticas! Eu tive uma amigdalite há uns anos e sei que até me custava a engolir a minha prória saliva!!!... e a minha filha anda aqui porreira da vida com a garganta cheia de pontos brancos, como é possível?!???!?!?!??????? :-))))

Temos então atibiótico para a madame. Quem diria!

A consulta correu bem até aqui. Depois começou a fazer birra porque não se queria vir embora e não se queria vestir! Queria continuar nua na brincadeira em cima da maca!!!! "Deixa-me esfregar aqui os pézinhos mamã!, dizia ela enquanto esfregava os pés descalços na maca fofinha.

E depois foi chorar para se vestir!!!...e teve mesmo que levar um puxão de orelhas pois entrou numa teimosia diabólica.

Mas o pior foi quando eu comecei a conversar com a pediatra. O facto da minha filha passar tanto tempo comigo tem imensas vantagens mas por outro lado tem uma desvantagem incontornável! Ela acha que a mamã é só dela e quando me vê falar com outras pessoas é um inferno. Tem uns ciúmes desgraçados, inclusive do papá.

Agarra-se a mim, chama por mim, faz tudo e mais alguma coisa para me chamar a atenção. Então lá estava a piolha sentada ao meu colo, agarrada à minha cara a chorar e a gritar "Mamã, preciso de ti", "Mamã, preciso de ti. Mamã, quero ir para a nossa casinha".... tudo isto para eu não continuar a falar com a pediatra e lhe dar a atenção devida. Estou farta de lhe explicar que quando estou a falar com alguém ela não me pode interromper porque é falta de educação. Estou farta de lhe explicar que a mamã também tem que falar com as outras pessoas...

E quando a minha mãe me telefona????... quando o telefone toca e eu atendo!!!... buff..... é horrivel... ela faz de tudo para eu não atender...

Agora em relação à pergunta: top model ou médica???... ela será aquilo que ela quiser. Eu e o papá estamos aqui sempre para a apoiar. Eu sempre fui uma excelente aluna, sempre tive excelentes notas, consegui entrar para o curso e para a faculdade com que sempre sonhei. Naquela faculdade pública onde só entram os melhores e onde as vagas se contam pelos dedos. Acabei a minha licenciatura com 17 na tese. Tive o imenso orgulho de ver a minha tese na biblioteca da faculdade ao dispor de quem a quisessse consultar para com ela aprender. Para a biblioteca só iam as melhores teses.

Tinha tantos sonhos a nível profissional. Cheguei ao mercado de trabalho e percebi que aí era apenas uma em mil. Os empregadores estavam a borrifar-se se tinhamos ou não uma boa média, se tinhamos ou não frequentado uma boa faculdade... com o passar dos anos percebi que nunca iria longe em termos profissionais porque sou demasiado humana, sincera, perfeccionista, empenhada, metódica, cuidadosa, empreendedora. Não alinho em jogos sujos. Não consigo engolir pessoal graxistas, falsas e hipócritas. Odeio injustiças e mentiras. Gosto de pessoas de palavra e percebi que nos dias que correm ninguém tem palavra.

Fiquei desempregada. A crise levou para o desemprego metade da equipa. Eu fui incluida. Fecharam departamentos, fecharam revistas, uma tristeza ver uma empresa ir ao fundo... mas nesse momento tive a certeza que iria ser feliz! E SOU!... ADORO ser como sou!... ADORO a vida que tenho!
Sou dona do meu tempo, da minha vida.

E a minha filha será o que ela quiser. Aqui estou para te ajudar! SEMPRE!