segunda-feira, 14 de março de 2011

Quero casar contigo mamã!

Eu não me canso de elogiar a minha menina. É tão querida, tão doce, um verdadeiro amor.
Depois de jantar temos sempre o ritual de lavar as mãos e os dentes. A piolhinha vai buscar o seu banco cor de rosa para chegar melhor ao lavatório. Lava os dentes (com a minha supervisão e respectiva ajuda final para matarmos os "bichos" todos) e a seguir lava sózinha as suas mãozinhas.

E à noite eu também tenho por hábito tirar do dedo a minha aliança de casada e deixo-a num cantinho do lavatório. A florzinha ao ver a minha aliança, agarrou-a e disse "toma o teu anel mamã". Então resolvi explicar-lhe que o nome correcto é aliança e disse-lhe: "Estás a ver meu doce, este anel chama-se aliança. O papá também tem uma igual, não tem?"

Ela disse-me que sim e eu continuei com a explicação. "A mamã e o papá casaram porque gostam muito um do outro. Quando casamos trocamos estes anéis que se chamam alianças. Eu dei uma aliança ao papá e ele deu-me uma a mim".

Ela olhou para mim com aqueles olhos grandes e doces, agarrou nas minhas mãos e disse-me com ar maroto e meio envergonhado: "Eu também me quero casar!"

Eu perguntei-lhe: "Queres casar? mas queres casar com quem?"

Ela respondeu: "Contigo mamã!"

Enfim, e mais uma vez agarrei-me a ela e enchi aquela cara de beijinhos!! coisa mais fofa da mamã!