domingo, 10 de abril de 2011

Parque radical do Jamor ;-)

Hoje o Jamor foi o nosso destino matinal!

Somos uma família de desportistas e o Jamor é um dos nossos roteiros preferidos. E se antes o Jamor era um excelente local, agora é melhor ainda!!! É um sítio 5 estrelas para quem gosta de actividades ao ar livre, de amplos espaços verdes, de verdadeiras zonas que convidam ao desporto e a uma vida saudável!

Agora ao lado dos campos de futebol, por debaixo daquele extenso e delicioso arvoredo, construiram um parque radical para as crianças! Um parque para crianças activas, desportistas e aventureiras! Um parque que tem a enorme vantagem de estar sempre à sombra mesmo naqueles dias escaldantes de Verão ;-)

Eu sempre pratiquei desporto desde muito pequena. Sempre gostei de uma vida activa e saudável! Em pequena andei muitos anos na ginástica, depois quando era maiorzinha fui para a natação e mais tarde fui para o futebol (para a equipa da Cruz Vermelha). Depois a minha última paixão foi o Judo! E não experimentei mais desportos porque o tempo não dava para tudo e eu também andava a aprender a tocar guitarra e tinha um sem número de actividades e paixões! Adorava andar de skate e patins... enfim, quanto mais actividade melhor!!! E as boas notas estavam sempre em primeiro lugar pois eu era uma aluna brilhante e muito empenhada. Aliás, eu era e sou empenhada em tudo o que faço na vida. Quando faço uma coisa é para fazer bem feita, não admito baldas, nem faltas de profissionalismo.

Só deixei de praticar desporto quando estive grávida. Nunca me foi permitido. E eu respeitei religiosamente. Não foi fácil pois o desporto é como um vício, quando ficamos privados dele começamos a ficar stressados. E eu tenho muita energia e preciso mesmo de a libertar. Mas os 9 meses de gestação são sagrados e devemos fazer TUDO o que está ao nosso alcance para que tudo corra bem. Se é preciso repouso, toca de repousar... temos a vida toda para correr!! eh eh eh

Hoje o meu desporto é indoor num ginásio e o resto é feito com a minha princesa! Correr, pular, brincar com ela! Puxar por ela, mostrar-lhe as vantagens de uma vida activa, o impacto fantástico que isso tem na nossa saúde.

E até nisso ela é parecida comigo. Naquele parque radical há coisas para meninos maiores mas a piolha quis experimentar TUDO! E eu não a proibo. Junto-me a ela, explico-lhe como as coisas funcionam, faço-lhe ver os perigos, acompanho-a sempre. E fico admirada com a sua persistência. A sua teimosia sem limites é nestes casos um ponto a seu favor! Se ela mete na cabeça que consegue, ela consegue mesmo!! Nem que tenha que repetir 100 vezes, ela não desiste e de facto consegue!!!

"Olha que este é muito complicado Rafaela, as tuas pernas têm que crescer mais um bocadinho para chegares aqui", dizia-lhe eu. Mas ela responde com uma firmeza impressionante "Se os outos meninos conxeguem, eu também conxigo mamã". E a verdade, é que ela agarrou-se às cordas e lá foi nas pontas dos pés do principio até ao fim!!!!!!!! Eu e o papá ficamos parvos :-))
Nós sempre a seu lado, somos a sua rede, a sua protecção mas não lhe podemos tocar pois ela exclama logo "eu conxigo, eu conxigo, não pexijo de ajuda".

A nossa menina é dona de uma doçura sem limites, é meiga, doce, sensível, uma verdadeira flor. Mas por outro lado é dona de uma teimosia horrivel que por vezes dá connosco em doidos... mas tenho que admitir que em certos casos a teimosia dela é louvável pois transforma-se em empenho, um empenho impressionante. E eu não critico, eu também era assim! E ainda hoje sou! Se meto na cabeça que consigo, eu acabo mesmo por conseguir ;-)