domingo, 30 de outubro de 2011

Horário de Inverno

Sim, detesto o horário de Inverno. É absolutamente deprimente. Detesto os dias pequenos, o anoitecer às cinco da tarde. Dá-me uma neura tremenda :-(
Agora a piolha acorda da sesta, lancha e em breve o dia dá lugar à noite. Lá se vão as nossas belas tardes outdoor por esses jardins e parques fora... lá se vão os nossos passeios de bicicleta, de mota da Kitty e de trotinete.... lá se vão as tardes de correria e pura brincadeira em que chegamos a casa todas transpiradas, prontas para uma banhoca e um belo jantar... lá se vão os finais de tarde na praia...

Agora só nos resta aproveitar os dias em que não chove e em que o frio não aperta em demasia para conseguirmos espairecer a nossa energia com uma breve saída à rua. Sim, porque ambas temos bicho carpinteiro, estar paradas e enroladas no sofá  a tarde toda não faz minimamente o nosso género!! Precisamos de acção! muita acção :-))

Aliás, eu não consigo estar muito tempo parada, começo a ficar nervosa, agitada e impossível de aturar. Sou como aqueles cães que precisam de ir à rua para espandir as energias e correm, correm!!... em pequena era imparável e agora em adulta continuo na mesma... tenho algumas melhoras mas são poucas! :-)) Com estes genes explosivos não admira que a minha piolha seja assim, uma bichinha cheia de energia!!! Agora percebo o trabalho que eu dei a criar :-)))

Quem fica maluco é o papá!!! eh eh eh! ele que é um homem tão calmo e sereno... mas ainda bem que ele é assim porque é o nosso equilibrio e por vezes o nosso travão!! Se ele fosse como nós isto era lindo, era!!!  

Bem, mas agora é puxar pela imaginação e fazer bons programas indoor. Ler, escrever, pintar, fazer puzzles, brincar com os bonecos, construir casinhas, fazer comida para os bebés, pentear as Barbies, contruir um salão de cabeleireiro... construir uma torre de legos para a Bruxa má viver... brincar ao esconde... atirar os balões ao ar sem os deixar tocar no chão porque o chão está cheio de crocodilos... tentar encaixar as bolinhas na baliza.... e ver quem consegue pescar mais piranhas... e pôr mais bolas nas patas da lagarta bailarina... e convidar algumas amiguinhas para passarem umas horas aqui connosco... enfim, brincadeiras não faltam!!!

Agora é correr os centros comerciais por esta cidade fora (e são muitos!) em busca de diversões para a criançada! Felizmente há imensos programas e muitos deles são gratuitos o que é duplamente aliciante ;-)

Mas mesmo assim não gosto do Inverno. Não me convence. Não há nada melhor que brincar ao ar livre... e eu sou do tempo em que as crianças brincavam livremente na rua. Eu, por exemplo, tinha em frente à minha casa um jardim enorme e um parque infantil fabuloso!... eu e o meu irmão brincávamos horas e horas com os meus vizinhos, chegávamos a casa estoirados, cheios de nódoas negras e esfomeados!

Hoje em dia os tempos são outros.... é tudo muuuuuuuito diferente. Mas mesmo assim confesso que não troco um programa ao ar livre por um programa indoor. Nem pensar! E para as crianças é fundamental.

Mas lá no fundo, no fundo, o Inverno também tem qualquer coisa de especial... o aconchego da casa... o prazer de um chá (e nós aqui em casa somos todos fãs de chá! é a nossa bebida de eleição durante todo o ano mas no Inverno tem outro sabor)... ouvir a chuva lá fora enquanto estamos fofinhos debaixo do edredão... acender velas aromáticas de canela ou baunilha... sentir o cheiro das torradas de manhã que nos convida ao conforto e nos tira a vontade de ir para a rua apanhar chuva... montar a árvore de Natal ao som dos Cds natalícios enquanto a piolha delira com as luzes e figurinhas para pendurar...

.....E PREPARAR O ANIVERSÁRIO da princesa porque ela foi uma verdadeira menina Jesus :-) este sim, é o ponto máximo do nosso Inverno!

Sem comentários:

Enviar um comentário