Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Pés felizes ;-)

30.12.11 | Paula Veiga Claro
Ora as botas novas já cá cantam! Já não me arrisco a ficar com os pés de fora :-)))
Mas ainda vou continuar a calçar as minhas queridas botas pretas que tantos quilómetros fizeram nestes últimos cinco anos! Quando as comprei achei-as estupidamente caras mas hoje percebo que foi uma excelente compra. E nestas coisas do calçado o barato sai geralmente caro e os meus pés merecem uma coisa como deve ser porque aqui a menina gosta de andar, sempre que posso faço os meus trajectos a pé e evito o carro. Para além disso, a partir das 14h00 passo o resto do dia com a minha filha e não posso andar de peep toes e pés doridos!!! NEM PENSAR! aliás, tenho por hábito comprar sempre um número acima para as minhas patinhas andarem à larga e confortáveis. 

Quando era mais nova, o meu pai tinha um desgosto profundo porque eu andava sempre de ténis. O homem passava-se comigo! Ainda me lembro quando apareci em casa com uns Reebok Pump pretos maravilhosos!!... o meu pai ia tendo uma coisa má e disse-me que aqueles eram os últimos ténis que me comprava na vida! Custaram um balúrdio, duraram longos anos e os meus pés foram tão felizes sempre um número acima!! Os ténis seguintes já os comprei com o fruto do meu trabalho ;-))
Mas ainda hoje, passados 20 anos, afirmo que não há nada melhor que andar de ténis! Há para todos os gostos, bolsas e ocasiões.... mas agora já não sou tão fundamentalista nesta questão e os meus pés já aprenderam a conviver com botas e sapatos.

E hoje encontrei umas substitutas para as minhas queridas botas pretas que já apresentam buracos nas solas. Felizmente não tive que me enervar, felizmente não tive que andar de loja em loja porque encontrei rapidamente o que queria. Umas botas elegantes, práticas e muito cómodas para as minhas rodagens ;-)... e multifacetadas porque ficam bem com leggings e vestidos, saias, bermudas ou calças. Perfeitas!!!! porque, ao contrário da maior parte das mulheres, eu detesto comprar calçado. Quando os meus pés encontram uma casinha que lhes assente bem, só tenho vontade de comprar dois pares iguais para quando se estragarem ter logo os substitutos ali à mão, sem me enervar com o calça e descalça.

E depois ainda me queixo de ter uma filha esquisita! Com uma mamã assim, não seria de esperar outra coisa!... mas do tornozelo para baixo sou particularmente complicada. O ideal era ter o Christian Louboutin a criar algo de especial aqui para as minhas patinhas. Algo absolutamente cómodo, elegante, fashion e sem saltos exagerados... pode ser? ;-)))

E a festa continua...

29.12.11 | Paula Veiga Claro
De facto não me posso queixar de tédio porque este último mês tem sido uma festança que só visto!... já me queixo é do contrário pois começo a ansiar por uma certa tranquilidade. 

Hoje lá fomos festejar o quarto aniversário da priminha Catarina que é da mesma fornada da Rafaela. Têm apenas 3 dias de diferença :-)

E foi uma alegria pois claro, e se os adultos já andam saturados de festas, o mesmo não se pode dizer da criançada!! para elas quanto mais rebuliço melhor :-)

E o ponto alto foi quando a Catarina abriu uma das prendas e vislumbrou um estojo de maquilhagem da Barbie. Pronto, foi a desgraça! Enquanto eles andavam ao monte com os Gormitis, carros, dinossauros, montros, bolas e beyblades, elas permaneciam no mundo das fadas e princesas a maquilharem-se umas às outras!!! E vá de baton, e vá de sombras, e vá de blush, e vá de verniz, e quanto mais cor de rosa e brilhante melhor!! 

E é ver as piolhas a pintar as unhas umas às outras e a enfiarem os dedos pequenitos nas caixinhas das sombras e vá de esfregarem aquilo por todo o lado!! E quanto mais melhor, pois claro!

E ali andam a mostrar-se umas às outras e a ver-se ao espelho! 
"Estou bonita mamã? Gostas papá??"... quem é que lhe explicava que o melhor era parar??... aquela cara linda parecia que tinha levado um enxerto de pancada!! Esborratou a boca de cor de rosa, os olhos de rosa, lilás e brilhantes e achou que a sombra roxa dava um bom blush!!! mais parecia a namorada do Frankenstein!! :-))

E nem queria comer, nem beber, nem dar beijinhos para não estragar a maquilhagem! E ainda se zangou com a prima porque ela não lhe queria emprestar as asas de fada!!!! Enfim, ser mulher é tudo isto e muito mais!! :-DDD

Ao chegarmos a casa toca de gastar meio saco dos meus discos desmaquilhantes e do meu querido desmaquilhante da Clinique para peles ultra sensíveis (como a minha), que me custa um dinheirão e que ultimamente tem sido mais usado por ela do que por mim que sou cada vez mais adepta do less is more. Faço questão de ter uma pele bem tratada, aliás, prefiro gastar dinheiro em cremes, antioxidantes, ginásio e uma boa alimentação do que em roupa, sapatos e maquilhagem. Adoro cuidar de mim de dentro para fora porque é isso que realmente resulta. A maquilhagem é apenas isso, apenas maquilhagem. O que interessa é o que está por baixo ;-)

Como diz o meu marido, vê-se a beleza (física) de uma mulher quando ela acorda de manhã. Nem mais ;-)


De regresso a casa :-)

27.12.11 | Paula Veiga Claro
Já cá estamos. Foram três dias passados no meu Alentejo, no calor da família. Três dias que serviram para matar saudades e recarregar baterias. Venho, como se costuma dizer, de coração cheio!

A viagem correu lindamente. Não apanhámos transito nenhum. Nem para lá, nem para cá. Ter partido no sábado de manhã foi realmente uma boa opção. Nem na 25 de Abril apanhámos transito. Jóinha! E o regresso a 27 foi semelhante, sempre a andar, sem stress, sem caus. Perfeito.

A noite de Natal foi maravilhosa. Passada na casa dos meus tios, à lareira com a família. A Rafaela dormiu a sua bela sesta e à noite estava fresca que nem uma alface! Recebeu o Pai Natal com um enorme sorriso. Assim que ouviu os guizos, lá foi ela a correr até à escadaria para o ver entrar! Santa inocência!! E assim que o viu disse-lhe "Olá" e não lhe tirou os olhos de cima. Observou-o atentamente e felizmente não descobriu que o Pai Natal era o primo Jorge (como é da praxe!!).

E as crianças deliraram com tanta embrulho. Sim porque o Natal é para elas. Não há prendas para adultos, é a nossa regra.

E às 2 da manhã rumámos até à casa dos meus pais onde todos dormimos descansados. Toca de arranjar energias para mais folia!! 

No dia 25 de manhã a Rafaela acordou por volta das 8 da manhã e lá fomos abrir as prendas!! Sim, porque o Pai Natal deixou umas na casa dos tios na noite anterior e depois deixou o resto na casa dos avós para serem abertas na manhã seguinte. E foi a loucura, pois claro! Tanta bonecada, valha-me Nossa Senhora!!

À tarde rumámos ao monte dos meus pais e ficámos maravilhados. Os meus pais têm passado os últimos dois anos enfiados naquele monte a restaurar e a aprimorar tudo ao pormenor. Cheguei a zangar-me com eles porque sabia que andavam estoirados e temia que ainda arranjassem algum problema de saúde com tanto esforço, tanta carga, tanto trabalho. Mas também compreendo o amor que têm por aquele cantinho tão especial que herdaram dos meus avós paternos. Sei que todas aquelas paredes, figueiras, oliveiras, laranjeiras, tudo aquilo tem a nossa marca, tudo aquilo tem décadas e décadas de recordações. Mas nada de grandioso se consegue sem trabalho e neste aspecto os meus pais estão de parabéns porque o trabalho final está perfeito. Ainda há detalhes a limar mas são isso mesmo, detalhes. Agora têm é que usufruir de tudo aquilo porque o merecem. A vida não pode ser só trabalho, há que saber parar para contemplar e saborear os frutos do nosso empenho.

No dia 26 a festa continuou! E que festa! A nossa Bonequinha fez 4 anos. Assim que acordámos de manhã, toca de abrir mais prendas!!! Fugimos todos para longe da árvore de Natal para separar bem as coisas! O Natal é o Natal e o aniversário é o aniversário :-))
E foi um dia maravilhoso em que até o Sol brilhou para a nossa Luzinha! Aliás, o tempo também está de parabéns porque todos estes dias foram, apesar do frio, de sol e céu azul. Jóinha ;-) É para compensar os outros Natais e aniversários da piolha que passámos com chuva até mais não!!!

E ao apagar as velas deu-se uma cena gira! A piolha estava de joelhas dobrados em cima da cadeira a olhar para o bolo e a sorrir encantada para todos nós. Quando se levantou para apagar as velas, agarrou-se às pernas e exclamou "Ai, doem-me as pernas por estar tanto tempo de joelhos!!!!"

Enfim, a idade pesa!!!!! eh eh eh!! É a pieguice no seu melhor!! "Vá, apaga lá mas é as velas! Estou farta de te dizer que essa posição não é boa para as pernas, tu já sabes, por isso não te queixes!", disse-lhe eu entre sorrisos.

E a minha querida amiga Carla também partilhou connosco este momento tão especial. Adorei ver a sua doce Madalena que fez 2 aninhos no mês passado e que está uma diabinha de primeira! Por ali andou a brincar com o balão e com a Rafaela que muito zelosa cuidava da amiga mais pequenita. É maravilhoso ver as nossas descendentes uma com a outra. Talvez venham a ser grandes amigas como eu e a sua mamã.

E foi assim. Coração quente porque o melhor da vida é estar com quem amamos.

Regressámos hoje. Às 13h30 entrámos na nossa casinha. O regresso também tem o seu doce sabor porque afinal a nossa casa é sempre a nossa casa ;-)

E eu, com esta minha mania de não deixar para amanhã o que posso fazer hoje, não descansei enquanto não vi as malas desfeitas e tudo arrumadinho. Felizmente o papá também é cá dos meus. Ambos sofremos de arrumação aguda!! Toca de colocar tudo nos respectivos lugares. A excepção vai para o quarto da Rafaela que transborda de bonecada. Não se quer desfazer dos brinquedos, diz que eles não querem ir viver para outra casa porque gostam muito de viver no seu quartinho e que depois vão ter saudades da mamã (a mamã de todos os brinquedos é ela!!). Tem medo que eles possam ir parar a casa de uma menina má que os estrague e depois eles ficam muito tristes. E com esta lenga lenga não há brinquedo que se lhe possa tirar de vista. Haja imaginação para arranjar mais ideias de arrumação para o seu quartinho cor de rosa!!

Agora o papá foi ao ginásio fazer o seu treino habitual, a piolha dorme a sua sesta e eu ando aqui nas últimas arrumações enquanto a segunda máquina de roupa bomba desenfreadamente. As lidas domésticas parecem nunca ter fim! rrrrrrrhrrrrrrrrrr


Lista de desejos

23.12.11 | Paula Veiga Claro
Não lhe posso chamar lista de desejos porque uma lista pressupõe vários itens e na minha lista só consta um: SAÚDE! SAÚDE da BOA!

Pois é Sr. Pai Natal aqui na nossa casa há uma regra e a regra é para ser cumprida. Só se dá prendas às crianças e ponto final. 

Felizmente já tenho tudo o que me faz feliz. Só me falta um emprego certinho mas nos tempos que correm talvez seja mais fácil sair-me o euro milhões do que conseguir o tal emprego certinho!!!! Mas pelo menos sou dona do meu tempo e sou uma mãe hiper presente e disponível, o que para mim é fundamental.

Para além disso, o que é um emprego certinho?? Hoje em dia já não há certezas de nada! Estive 8 anos na mesma empresa e de um dia para o outro despediram metade da equipa! A crise falou mais alto.

Por isso mesmo, e porque sou muito feliz com o que tenho, só desejo SAÚDE para mim e para os meus porque com saúde temos força para levar a vida para a frente e para lutarmos por aquilo que pretendemos.

Parece pouco mas não é! Não há bem mais precioso que ela! A saúde é um verdadeiro diamante. Não há botas, nem sapatos, nem malas, nem perfumes, nem pulseiras, nem maquilhagem, nem vestidos, nem viagens que lhe cheguem aos calcanhares.

Coisa mais fofa da sua mamã!

23.12.11 | Paula Veiga Claro
Todos os anos, por altura do Natal, Páscoa e Carnaval, a escola da Rafaela organiza umas viagens divertidas para a malta mudar de ares e divertir-se a valer.

Ontem foi dia de regresso, ou seja, ontem chegaram do passeio de Natal, alguns dos colegas da Rafaela que partiram para três dias e duas noites de muita animação e brincadeira. 

Alguns colegas porque nem todos foram! Afinal eu não sou a única mamã galinha!! A educadora bem me tentou mas eu não fui na conversa. Tenho plena confiança na Susana, é uma educadora excepcional, mas o meu coração de mãe não me permite, por enquanto, embarcar nestas aventuras. Passar três dias e duas noites longe da minha pintainha ia ser um verdadeiro martírio para mim e para o papá. Ela nunca dormiu fora de casa, ou melhor, nunca dormiu longe de nós. Há crianças que têm os avós por perto e que passam alguns dias e noites em suas casas, há pais que dão uma escapadela ao fim de semana e deixam as crianças com os avós. Aqui não temos essas facilidades, por isso, desde que ela nasceu somos como os ciganos! Onde vai um, vão os três! E já nem nos passa pela cabeça ser doutra forma! É tudo uma questão de hábito.

Por isso mesmo, a piolha nem mostrou qualquer interesse no passeio de Natal. Nem ela quer dormir longe da sua galinha!! 

Para além disso, eu e o papá achamos que ainda é muito cedo para ela passar dias e noites longe de nós. Tem a vida toda para estar longe de nós! Quando for maiorzinha certamente já não vai desejar estar debaixo da nossa asa, por isso é de aproveitar este tempo que passa tão depressa.

Ontem de manhã viu os colegas chegar e eu perguntei-lhe "Então Rafaela, não tiveste pena de não ir ao passeio de Natal?"

Ela olhou para mim e respondeu com uma certeza e uma ternura do tamanho do mundo "Claro que não mamãzinha, eu depois ia ter muitas saudades tuas!"

E agarrou-se a mim num longo e apertado abraço. Coisa mais fofa e querida da sua mamã!


Contagem decrescente

23.12.11 | Paula Veiga Claro
Estamos em contagem decrescente para o Natal e para o aniversário da nossa Boneca!! Tanta emoção!
Tenho andado feita barata tonta mas felizmente tenho tudo tratado e organizado ;-) esta minha mania de não deixar para amanhã o que posso fazer hoje tem as suas vantagens, lá isso tem!

Agora só falta fazer as malas porque amanhã lá vamos nós a caminho do Alentejo. A família aguarda ansiosa pela nossa chegada. Os avós, os tios e os primos estão ansiosos por ver a Rafaela! Alguns deles já não a vêem desde o Verão por isso a saudade aperta. Vai ser a estrelinha das festas visto ser a pequenita da família :-)

Também já escolhi as nossas toilettes para a noite de Natal, dia de Natal e aniversário! Mãe e filha vão estar lindonas e quentinhas porque por terras alentejanas o sol vai continuar a brilhar mas o frio vai apertar.

Agora é a parte mais chata, fazer as malas! Detesto fazer malas... aliás, não sou pessoa de grandes viagens, viajar para mim é sempre sinónimo de stress. O meu coração fica sempre inquieto. Em tempos, ainda  a minha Rafaela não era nascida, tive um emprego que me obrigava a viajar imenso e sofri horrores. Era responsável pelas acções de comunicação e marketing de uma revista juvenil e o stress que aquele vai-vem constante me causava era demais!! Sempre de um lado para o outro, sempre a fazer e a desfazer malas... para já não falar nas longas viagens por essas estradas fora em plena madrugada... era de andar de coração nas mãos...bufff... não me deixa saudade.

E fazer-me à estrada nesta altura do ano é algo que me deixa particularmente ansiosa porque anda tudo desvairado e cheio de pressa. O meu coração só volta ao lugar quando chegamos ao destino!

Mas tem que ser assim. A distância geográfica assim o obriga. Em breve estaremos todos juntos ;-)


Pág. 1/5