terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Castigo

Hoje, quando fui buscar a piolha à escola, cruzei-me com a Educadora que me avisou que ela estava de castigo. Pintou a boca toda de verde e assim ficou para a mamã ver o estado em que ela estava.

A Rafaela é a doçura em pessoa, é uma criança absolutamente meiga e carinhosa mas a verdade é que também é dona de uma teimosia que nos faz perder a cabeça! faz ouvidos moucos e eu já a avisei que um dia destes a levo ao médico dos ouvidos pois é lá que vão as meninas surdas.

A Educadora avisou-a para não por os lápis de cera na boca mas a madame Rafaela não fez caso nenhum e para além de os por na boca resolveu ainda fazer deles baton!!!!!! Ficou com a boca toda pintada de verde, incluindo dentes. E depois, foi para o castigo, pois claro! É lá o lugar das meninas desobedientes. A Susana é uma educadora super querida mas quando alguém pisa o risco é implacável e esse é um dos aspectos que mais aprecio na sua maneira de lidar com a criançada. Sorrisos, mimos, aprendizagem e brincadeira mas sempre com rédea curta e respeitinho.

Quando cheguei, a piolha teve autorização para sair do castigo e lá veio ter comigo. Olhou para mim envergonhada e disse "Ups, fiz asneira!".

Eu olhei para ela com ar sério e perguntei-lhe se tem 4 anos ou se afinal ainda é um bebé porque os bebés é que metem tudo na boca e riscam-se e pintam-se com os lápis e canetas. E continuei em tom sério, e disse-lhe que se ela torna a fazer isso, eu e o papá pedimos à Susana para a levar para o berçário pois é lá o lugar dos bebés. "Então para que é que tu trouxeste a tua malinha com o baton cor de rosa para o cieiro se andas a pintar os lábios e a boca com o lápis de cera VERDE????".

E lá veio ela a pedir "desculpa mamãzinha!". Mas uma pessoa tem que ser firme e aqui em casa, tal como na escola, os castigos servem para ser aplicados quando é preciso. Teimosia, má educação e ouvidos moucos nem pensar!

E lá me prometeu que não voltava a fazer tal disparate. E eu acredito pois geralmente aprende com os erros e já não volta a fazer a mesma asneira (faz outras!!!). E se volta a não fazer o que a educadora lhe diz, quem a põe de castigo sou eu, ali sentada no tapete do quarto (que é onde eu a ponho de castigo quando se porta mal), para reflectir sobre as asneiras que faz. E está cheia de sorte porque o tapete do quarto é o seu lugar preferido, é o cantinho da brincadeira. Mas quando está de castigo torna-se o pior lugar do mundo pois só tem autorização para se levantar ou brincar quando eu lhe disser.

Enfim, é a fase das maquilhagem. Tudo serve de baton, tudo serve de pintura. Ohhh valha-me nossa Senhora!! E toca de partilhar pinturas e vernizes com as primas e amigas.... 

E à custa disto lá foi mais um bocado do meu desmaquilhante da Clinique que, vai na volta, está no fim só por causa das pinturas da madame. Ainda tentei lavar com água morna mas aquele verde estava mesmo entranhado!!!!!! é do Sporting, diz ela :-DDD

2 comentários:

  1. Eu sei bem o que isso é! Aqui em casa tenho duas e andam sempre a discutir porque uma tirou o baton da outra e porque uma não empresta o verniz à outra. Até já escondi a minha maquilhagem porque um dia, num momento de silêncio, dei com as duas de volta das minhas coisas. Passei-me!! em segundos deram cabo do meu blush. Mulheres como diriam os Homens!

    ResponderEliminar
  2. Hello!
    Eu bem vi como ela é teimosa, lá em casa da minha mãe.... ui ui...
    E acabou por fazer exactamente aquilo que quis: comeu os chocolates e subiu as escadas. Esse teu docinho vai dar dores de cabeça à mamã, ai vai vai :)
    As crianças esticam a corda até poder, são todas iguais...
    Bom ano para vocês!
    Bjss

    ResponderEliminar