quarta-feira, 28 de março de 2012

O que me valeu...

Foi ter ido buscar a piolha às 14h00 e desligar-me do mundo a partir desse momento. Dormimos a sesta agarradinhas uma à outra, lanchámos e ficámos em casa a brincar no quartinho com as Barbies. Penteados, piqueniques, idas ao médico, uma brincadeira pegada.

O jantar já estava feito por isso ZERO preocupações para ver se me acalmava de uma vez. A ideia era falar com os bonecos e não pensar em nada. E sabem que mais??? RESULTA, pois resulta. Falar com os bonecos é sem dúvida uma boa terapia, é meio caminho andado para o nosso cérebro desligar do mundo real.

O pior foi à hora de jantar. A Rafaela mordeu a língua e começou a moer a minha pobre paciência com uma pieguice desgraçada. "Mordi-me!!! agora vou ter que ficar assim com a língua de fora mamã! isto não pára de deitar sangue??! aiiiiiiiii a comida arde na língua! aiiiiii olha o sangue mamã!... isto dói muito... aiiii tenho que beber água para refrescar!

"Se estivesses calada, talvez não te mordesses tantas vezes! Mas não consegues estar quieta e calada um minuto! falas, falas, falas! cala-te um bocadinho e presta atenção ao que estás a fazer".

Santa paciência, a sério. Nunca vi nada assim. Muita coisa tem esta criatura sempre para dizer. É uma matraca da pior espécie.

Sem comentários:

Enviar um comentário