sexta-feira, 25 de maio de 2012

Minha querida filha

É por estas e por outras que eu digo que ser Mãe é mesmo a melhor coisa da vida, do mundo, do universo!
É por estas e por outras que a minha baba pinga cada vez que falo da minha querida e adorada filha.
É por estas e por outras que continuo a dizer que as melhores coisas da vida são aquelas que o dinheiro não pode comprar. 
É por estas e por outras que sou cada vez mais desprendida dos bens materiais e das futilidades da vida. As futilidades trazem alguma satisfação mas não nos trazem a verdadeira e pura felicidade. Desde que sou mãe a minha alma passou para um patamar existencial superior, passei a flutuar com os pés no chão e a deixar-me invadir pelas coisas mais simples da vida.

Tudo isto para dizer que fiquei derretida com estas palavras da minha querida menina. Perguntaram-lhe "Então Rafaela, o que é que queres ser quando fores grande?"

Ela, na sua santa inocência, respondeu: "Eu? O que é que eu quero ser quando for grande? NADA! Eu quero ser sempre a filha da minha mamãzinha".

E eu fiquei babada.... my love, my light, my life.


1 comentário:

  1. Adoro a forma com expõe os sentimentos. Adorei a expressão "a minha alma passou para um patamar existencial superior, passei a flutuar com os pés no chão e a deixar-me invadir pelas coisas mais simples da vida." Fantástico, é isso mesmo.

    ResponderEliminar