domingo, 22 de julho de 2012

O balão e o assobio

Ainda na semana passada comentei com outra mãe blogger um post sobre a saudade que todas nós sentimos dos nossos tempos de infância. Tempos em que tudo era cor de rosa, tempos em que o tempo dava para tudo, tempos em que os anos levavam anos a passar, tempos em que víamos tudo em nada, tempos em que os sorrisos preenchiam constantemente os nossos rostos.

A verdade é que devíamos ser eternamente crianças, mas como isso não é possível, a vida dá-nos outra oportunidade quando somos mães. É uma espécie de segunda infância na qual nos é permitido reviver esses momentos deliciosos através dos nossos filhos.

E foi isso que aconteceu hoje quando comprei um balão para a Rafaela à entrada do parque do Alvito. Ficou apaixonada pelo golfinho cor de rosa e dali já não arredava pé... desatou num pranto "ohhhh mamã é uma fêmea e está muito triste, coitadita... ela quer ir comigo mamã! ela vai ser muito feliz no meu país dos brinquedos"

Enfim... lá desembolsei 4€ e lá lhe comprei o balão. E depois fiquei a contemplar a felicidade da pequena cria. Por ali andou radiante a correr e a cantar com o golfinho fêmea preso ao braço! e vá de me encher de beijos e abraços em jeito de agradecimento "tu és a mamã mais querida do mundo! muito obrigada mamãzinha, tu és a maior". Muito gosta a minha filha de dar e receber mimos, nunca vi nada assim, é um doce, não me canso de dizer isto... e por ser tão querida acaba sempre por ficar a ganhar como diz a própria educadora, a sua querida e adorada Susana.

O balão foi o ponto alto do dia e a ele juntou-se o assobio!... hoje aprendeu a assobiar e tem assobiado todo o dia, ou seja, agora para além de falar pelos cotovelos também assobia. Para ela foi uma vitória porque já andava a tentar há algum tempo e para mim foi um regresso à infância. As horas que eu passei em frente ao espelho a fazer boquinhas para colocar bem os lábios... era até ficar em formigueiros... e a alegria que senti quando consegui fazer-me ouvir!!

E hoje aqui em casa foi assim. A Luzinha assobiou até adormecer... falou e assobiou porque ela é a tal que adormece a falar e a rebolar na cama... nunca vi nada assim! uma verdadeira "papagaia". 

E aqui está ela a dar muuuuuitos beijinhos ao balão enquanto o segura com unhas e dentes para o vento não o levar... como levou o balão caracol que a mamã não prendeu bem ao seu bracinho... foi um drama dos diabos, nunca mais se esqueceu do amigo caracol que foi um dia pelos ares.


Também podem seguir a AngelLuzinha no facebook AQUI

3 comentários:

  1. Sem dúvida! eu também sinto o mesmo. Com a F e o D volto muitas vezes aos meus tempos de criança. Parabéns pelo blog. Só tem um problema, torna-se viciante! todos os dias venho cá espreitar ;) Fernanda Ladeiras (mamã da F e do D)

    ResponderEliminar
  2. Já me fartei de rir! eu também passei horas ao espelho para aprender a assobiar. São momentos que ficam para sempre.

    ResponderEliminar