sábado, 25 de agosto de 2012

A nossa Bolsinhas ♥

A verdade é que depois do evento desta manhã fiquei ainda com mais vontade de dar à Rafaela um bichinho de estimação que ela possa tocar e mimar porque ela é uma menina responsável e muito carinhosa... está qualificada para ter um bichinho, sem dúvida!... mas tem que ser um anilmazinho que  não dê demasiado trabalho porque isto é tudo muito bonito mas já se sabe como é! depois sobra sempre aqui para a mamã. Por isso tenho que pensar bem e não posso ir atrás deste meu coração de manteiga, caso contrário estou tramada porque depois não há volta a dar.

"Amorzinho, gostavas de ter uma tartaruguinha?"

"Uma tataiuga de verdade mamã? daquelas muito quidas e pequeninas?"

"Sim, uma tartaruga de verdade, muito querida e pequenina! Hoje depois de sesta vamos comprar uma para ti!"

"Úaúúú mamã, tu és a maior!", exclamou ela agarrando-se ao meu pescoço enquanto me enchia de beijinhos. Ai ai.... o meu coração não resiste a tanto mimo... eu estrago a minha filha com mimos (se é que isso é possível) mas ela faz o mesmo à sua mamã! somos duas lamechas, sempre na beijoquice.
Depois da sesta lá fomos as duas à procura de uma tartaruga. O papá foi para o ginásio enquanto as suas meninas optaram por correr os shoppings da cidade em busca de uma bichinha. Mas não foi fácil!!!... no Alegro estavam esgotadas e no Oeiras Parque só havia duas e já estavam compradas. Bufffff que azar!... mas a senhora ligou para a colega das Amoreiras que a informou que por lá ainda haviam bastantes. E lá fomos nós em busca de uma carapaça simpática. Escolhemos a mais reguila do aquário!... estava toda esticada em cima de uma amiga a fazer bolsinhas, ou seja, a encher e a vazar o seu papinho como fazem os sapos. Atenção que isto não é nenhum termo técnico!!! eu é que digo isto quando vejo um animal a fazer aqueles movimentos. Por isso mesmo, demos-lhe o nome de Bolsinhas e veio connosco para casa. Ela e as suas tralhas (aquário, comida, cálcio e gotas para desinfectar a água). A Rafaela não cabia em si de contente, mais um momento Limetree para a mamã guardar para a posteridade. Segurava o saquinho com uma delicadeza impressionante enquanto exclamava vezes sem conta "ohhhh mamã, muito obrigada! eu nem acredito que tenho uma tataiuga de verdade! é tão quida". E quando chegámos a casa cruzou-se com uns vizinhos à porta e correu logo para junto deles "Vizinha, vizinha! tenho uma tataiuga a sério! chama-se Bolsinhas!"


E a Bolsinhas tem curtido à brava no país dos brinquedos! já posou para a fotografia no carrinho dos Pin e Pons, já experimentou a cama da Rapunzel e até já travou amizade com a tartaruga do Nemo. Atenção que tudo isto é feito com o maior cuidado para não magoar a bichinha porque os animais não são brinquedos ;-)


Após estes minutos de diversão, a Bolsinhas regressou à sua piscina e qual não foi o meu espanto quando vejo a Rafaela a preparar-lhe um jardim! foi buscar uns lencinhos e colocou um debaixo do aquário e outro ao lado. Em seguida encheu-os de laços, flores e conchas (as tais que apanhou na praia durante as férias). E para guardiãs do jardim da tartaruga escolheu a Winx Stella e as Pop Pixies. Que ternura!... fez uma bagunça dos diabos para preparar o jardim mas aqui a mamã só observou porque estas cenas são únicas.


Agora só espero que a Bolsinhas cresça lentamente porque há uns anos atrás tive três tartarugas (a Rafaela ainda nem era nascida) que acabaram num lago porque cresceram imenso e eu achei que o melhor era irem para um sitio em condições porque estavam e-nor-mes. Era o Crocodilo (comprada em Lisboa) a Jessica (vinda do Algarve) e a Gaudi (comprada em Barcelona, era linda e veio ao meu colo dentro do saco com água de Barcelona até Lisboa... de carro, horas e horas!). Enfim, só eu!... eu e a eterna criança que vive dentro de mim 

O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui 

Sem comentários:

Enviar um comentário