quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Made in Portugal: Anita Catita


Depois de um interregno de duas semanas e meia por motivo de férias (porque aqui a mamã também tem direito à vida) aqui estou eu a retomar a minha querida rubrica semanal Made in Portugal. E que retoma! Estou completamente babada porque após muitos encontros e desencontros lá consegui entrevistar (finalmente) a Sandra Reis de quem sou fã absoluta. A Sandra é a mentora da conhecida marca Anita Catita, uma marca que conta com uma incrível legião de admiradores porque o seu universo é absolutamente irresistível. Aqui fica a conversa com a mãe, mulher e artesã que não se deixa deslumbrar com o sucesso e continua humildemente com os pés bem assentes no chão ao serviço da imaginação.

Como e quando surgiu a marca Anita Catita?
Em menina adorava inventar e um dia, por volta dos seus 10 anos, fiz uns cestinhos de corda e uns passarinhos de lã com dizeres de carinho em cada um deles. Por brincadeira, coloquei para venda numa loja da minha vila e as pessoas adoraram. A partir daí não parei mais de criar, inovar, inventar e aprender. Com o nascimento dos filhotes, surgiu a vontade de estar com eles o maior tempo possível, abdiquei da minha actividade profissional e tornei-me mãe, esposa e artesã a tempo inteiro. O registo da marca veio de forma natural com o evoluir do trabalho. Protege um pouco o criador, mas infelizmente nos dias de hoje já de pouco vale.
.
Com quem é que aprendeu a costurar de forma tão exímia?
Na verdade não tenho formação, sou uma autodidata das costuras, tento melhorar a cada peça que faço, mas longe de mim considerar a minha costura de exímia. Vou aprendendo com a experiência e evoluindo com a mesma, mas considerando sempre um trabalho artesanal, nada de exigências de perfeccionismo que em meu entender roubam a alma aos trabalhos. 

Porque é que resolveu batizar a marca com o nome Anita Catita?
O nome Anita Catita surgiu com o nascimento da minha filhota Ana Maria, ela é a minha Anita Catita. Agora uma Anita Catita crescida (sorrisos).

Qual é a sua fonte de inspiração? 
As crianças continuam a ser a minha maior fonte de inspiração, mas com a chegada dos 40 anos a vida passou a ter um outro colorido, é uma idade tão plena, que as inspirações podem surgir das coisas mais simples e banais do nosso dia-a-dia. 

É a Sandra que cria todas as suas peças ou conta com a ajuda de outras pessoas na parte criativa?
A parte criativa está toda ao meu encargo, faço questão disso mesmo. Na confeção conto com a ajuda de uma colaboradora, que além de me entender na perfeição é de uma ajuda valiosa para que tudo saia bem e a tempo, pois o meu dia a dia continua a ser dividido entre actividades escolares e desportivas dos filhotes.

A Anita Catita é um universo mágico repleto de ternura e alegria. É uma espécie de extensão da sua alma?
Gosto de pensar que sim, de uma coisa estou certa, o facto de viver rodeada de magia e de peças que inspiram ternura, faz com que a minha vida seja mais doce e plena, encontrei nesta forma de vida uma plenitude que me faz muito feliz.

A Sandra tem umas mãos de fada e gosta de ensinar a sua arte a quem quer aprender e é com esse objectivo que faz workshops com alguma regularidade. O que é que as mães mais desejam aprender?
As mamãs estão cada vez mais motivadas para fazer coisas com as suas próprias mãos, desde brinquedos para os filhotes aos pequenos presentes que lhes vão permitir reduzir despesas. Gostam de aprender de tudo um pouco, estão super empenhadas, adoram comprar as fitinhas, os tecidos e os botões, estou em querer que está a nascer uma nova forma de terapia e de descompressão do stress que a vida nos trás.

A Sandra apostou no conceito do it yourself através dos seus famosos kits “Costurar com Carinho”. Os meus preferidos são os Anjinhos da Guarda e as Fadas dos Dentes, são absolutamente maravilhosos. Eu até tenho jeito para a costura mas será que qualquer uma de nós consegue fazer estas maravilhas adquirindo os  kits e seguindo as instruções?
Os kits surgiram da necessidade de dar a conhecer e de permitir que mais pessoas tivessem acesso aos projetos, de uma forma simples e com o propósito de incentivar e desenvolver o gosto de criar algo com as próprias mãos, além de dar a oportunidade a quem os faz e a quem os recebe de ter uma peça de carinho. São para ser feitos aos poucos e com calma, como se de uma terapia se tratasse. Todos os kits são compostos por: Passo a passo, moldes e todo o material necessário para a realização do projeto, incluindo tecidos, fitas, rendas, flores, botões etc..
Tenho a certeza que com carinho e seguindo os passos qualquer uma de vós consegue fazer os projetos que proponho.

Qual é a peça que mais prazer lhe dá fazer?
Não tenho uma peça de eleição. Gosto de fazer um pouco de tudo, desde que não tenha de a repetir muitas vezes! Sei que sou uma privilegiada pois realmente posso fazer aquilo que amo.

Pensa estender a marca a outros universos?
De momento não. Mas que sabe um dia... (sorrisos).

Após todos estes anos não começa a sentir uma certa dificuldade em criar peças novas?
Não, muito pelo contrário, por vezes o difícil é conseguir ter tempo para realizar todas as novas ideias que vão surgindo.


Como é que imagina a Anita Catita daqui a dez anos?
Não faço a menor ideia, nunca faço planos de futuro, vivo muito o dia a dia, gosto muito do presente e das surpresas que o amanhã me pode trazer, mas espero continuar a fazer o que amo, no meio de fitas rendas e botões, é assim que me sinto feliz .

Que mensagem gostaria de deixar às leitoras do blog Angel Luzinha?
Geralmente digo sempre para serem fiéis a si mesmas, façam o que fizerem, tentem sempre dar um cunho próprio ao que fazem, os trabalhos têm de espelhar a alma de quem os faz, só assim podem ser especiais, poucas são as ideias originais, já está de tudo um pouco inventado e feito, mas é sempre possível marcar a diferença.

E foi assim a conversa com a Sandra Reis a quem desejo as maiores felicidades a nível pessoal e profissional. O difícil foi selecionar algumas das suas peças para publicar aqui no blog.... acreditem, gosto de tudo e vi-me grega para fazer esta seleção!
Mas podem ver tudinho no blog da Anita Catita aqui ou na página do facebook aqui




O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui 

2 comentários:

  1. Parabéns pela Entrevista... Gostei muito.. assim como do seu blog. Parabéns!
    http://anncraftsartesanato.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada Ann Crafts, fico contente por saber que gostou ;-)
    beijinhos cor de rosa*

    ResponderEliminar