quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Made in Portugal: Zitamina


Foi através da Irina Alves da Casinha da Matilde, por quem tenho a maior estima, que conheci o trabalho extraordinário da Zita Neto. Fiquei encantada com as suas peças, sobretudo com as malas e carteiras que são de dar com uma mulher em doida! A Zita consegue aliar o clássico ao moderno de uma forma surpreendente. Os padrões, a conjugação dos tecidos, a seleção criteriosa dos materiais, tudo isto aliado a um extremo bom gosto e a uma enorme paixão por aquilo que faz, resulta num trabalho extraordinário. Mais uma prova de que o que é nacional é bom e bonito... e recomenda-se ;-)

Como e quando surgiu a Zitamina? 
A Zitamina surgiu há 2 anos, uns meses após ter ficado desempregada. A necessidade de me manter ocupada levou-me a criar umas peças que inicialmente tinham inspiração nos livrinhos de bebé da minha filha. Começou com caprichados ganchos e alfinetes em feltro e mais tarde evoluiu para outras peças em tecido.

O nome Zitamina tem um toque bastante enérgico. O Zita é da sua parte e o Mina? Tem mais pessoas envolvidas no projeto? 
Zitamina é um trocadilho do meu nome (Zita) com Vitamina Z. O projeto é unicamente meu, mas tenho tido uma ajuda bastante presente da minha mãe, que elabora o crochê que utilizo, e da minha irmã que  me dá uma mãozinha sempre que pode.

Com quem é que aprendeu a costurar? 
Aprendi o básico com a minha mãe, quando era mais nova, mas nunca me tinha aventurado muito nas costuras. Quando o comecei a fazer a sério foi um processo de desenvolvimento muito natural. Sou muito autodidata!

As malas e os porta moedas são o seu forte. Pensa expandir a marca a outros áreas?
Claro que é sempre desejável ter novidades mas não penso muito no assunto. Deixo as coisas fluírem por si próprias. A minha evolução depende um pouco dos materiais que me vêm parar às mãos. Por agora estou "confortável" no meio de algo que domino. Amanhã... logo se vê (sorrisos).

Tem alguma peça best seller?
Uma peça que posso dizer que é best seller é a mala"Love edition". Tem muito sucesso porque acho que é algo que não se vê em mais lado nenhum, no entanto não tenho tido sorte em encontrar os materiais que preciso e torna-se complicado dar resposta às solicitações.

Muitas das suas peças conjugam tecido com aplicações em crochê. Qual é a sua fonte de inspiração?
A ideia de juntar o crochê com o tecido surgiu numa imagem que vi na net. Actualmente é algo que está muito em voga, ir buscar "artes" antigas e integrá-las no nosso dia a dia. Achei que era algo que poderia funcionar e resultou!

As suas peças são comercializadas apenas online?
Comercializo sobretudo online mas há uma loja em Coimbra, a Espatódea, que dispõe de um espaço para mim.

A crise que vivemos tem proporcionado a cada um de nós apostar dos próprios talentos em busca de um futuro melhor. A Zita também partilha experiências e opiniões com outras artesãs?
Sim, sem dúvida. Tenho feito amizade com outras artesãs e um factor comum é que todas procuramos desenvolver a nossa arte (fazer o que gostamos) e conseguir rentabilidade com ela, claro. Umas fazem como complemento a um emprego, outras, como eu, dedicam-se a tempo inteiro. Em ambos os casos não conheço ninguém que não ame o que faz.

Como imagina a Zitamina daqui a uns anos?
Daqui a uns anos talvez tenha o meu próprio atelier com loja aberta ao publico. Por enquanto é algo impossível, vou desenvolvendo o meu trabalho numa divisão cá de casa.

Que mensagem gostaria de deixar às leitoras do blog AngelLuzinha?
Para as leitoras deixo apenas um grande obrigada por permitirem e contribuírem para que pessoas com talento, força de vontade, trabalhadoras e acima de tudo pessoas que fazem o que fazem com grande paixão e dedicação, desenvolvam a sua arte. Se não houver quem aprecie não teremos futuro. É preciso incentivar e motivar para que cada vez façamos mais e melhor.

E aqui fica uma pequena amostra do trabalho fabuloso criado pelas mãos de fada da Zita Neto a quem agradeço desde já a disponibilidade e simpatia. Desejo-lhe as maiores felicidades porque quem trabalha assim só pode estar talhada para o sucesso. Para encomendas, dúvidas, preços e sugestões basta visitarem a página da Zitamina no facebook aqui








6 comentários:

  1. Ohhhh Paulinha, este post é impróprio para cardíacos. É mesmo para uma mulher dar em doida! está excelente. Parabéns amiga ;)

    ResponderEliminar
  2. Minha nossa, só dá vontade de levar tudo para casa! Desde o ano passado que sigo o seu blog e adoro. É já uma espécie de amiga virtual com quem não posso passar. Adoro, parabéns!
    E acabei de lhe enviar um mail para lhe dar a conhecer o trabalho de uma amiga que faz peças muito giras em lã. Acho que vai gostar ;)) Cumprimentos.
    Anita Meireles

    ResponderEliminar
  3. Adorei ler e orgulho-me muito de ter uma amiga linda, talentosa e um exemplo de mulher!

    ResponderEliminar
  4. Parabéns à AngelLuzinha pela iniciativa e à Zita pelas suas peças fantásticas e pelo seu talento.

    ResponderEliminar