segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Inacreditável.... fiquei parva, a sério!

Às 15h00 fui buscar a bicharoca à escola e ela queixou-se do ouvido esquerdo.
Liguei para a pediatra e suspirei de alivio quando soube que tinha vaga para hoje (eu sou assim, uma mãe hipocondríaca e sempre demasiado preocupada com tudo).
Ela ficou toda contente e exclamou "boa mamã! já tenho muitas saudades da minha médica!"
Às 15h20 começou a dizer-me que afinal tinha sido só uma impressão e que já não lhe doía nada. Queria lanchar e ir brincar comigo para o quarto.
Eu olhei para ela e comecei a passar-me. E agora? desmarco a consulta ou não?... esta pirralha dá comigo em doida!... mas optei por ouvir o meu coração e não cancelei nada.
Ela começou a protestar e eu a fazer-me de surda para não me irritar. Já não lhe doía nada, já não queria sair de casa e já nem tinha saudades da médica. Só já me falava em comer e preparar a brincadeira.
Continuei a respirar fundo e às 16h20 lá estávamos, contra a sua vontade, no consultório da pediatra. Ela mais fresca que uma alface com a sua energia e tagarelice habitual... e eu a pensar "vou mas é fazer figura de ursa! mas porque raio não desmarquei a consulta!"

Diagnóstico: Uma otite no ouvido esquerdo (que já tinha rebentado!!!!!) e uma amigdalite das valentes cravada naquela garganta. Vi os pontos cheios de pus com os meus olhos no momento em que estava a ser examinada. Fiquei parva! senti-me a mãe mais tonta do mundo mas a verdade é que, por incrível que pareça, não dei por nada!! como é que é possível? eu que sou sempre a primeira a perceber que há algo de estranho nas raras vezes que ela adoece porque começa a ficar rabugenta, irritadiça, perde ligeiramente o apetite ou acorda durante a noite, algo que só acontece quando está mesmo doente. Mas desta vez nem ranhocas, nem tosse NADA! sempre imparável como de costume! tem pulado, corrido, dormido, comido e falado pelos cotovelos. Como é que uma criatura com a garganta naquele estado consegue comer?... e não tem dores?... e o ouvido?... rebentou e ela só se queixou hoje de manhã? e passados vinte minutos já me estava a dizer que afinal tinha sido só uma impressão?!!... e já de fartou de protestar porque a médica a proibiu de ir à natação esta semana. No consultório ouviu e nem refilou mas assim que se apanhou sozinha comigo começou logo a massacrar-me "mas porquê???? tu és muito querida mamã mas és muito chata! eu não estou doente e tu sabes que eu adoro dar mergulhos! se o ouvido rebentou já não interessa porque se já rebentou é porque já passou!"... ohhh meu Deus, mas esta miúda é doida!?

E lá fomos nós à farmácia comprar o antibiótico. As duas de mão dada, ela sempre a falar e aos pulinhos.... e eu com cara de parva a falar com o farmacêutico "Já viu isto? quem é que diz que esta criatura está com uma otite e um amigdalite das valentes?"

Unbelievable!

8 comentários:

  1. Pelo menos isso minha querida, anda animada... Parace o meu, ando doente mas sempre a correr e a brincar.. As melhoras**

    bjinhus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, lá isso é verdade Little Angel! antes assim ;-)
      As melhoras também para o pequeno rei ♥

      Eliminar
  2. Ahahahah nunca sabemos o que vai naquelas cabecinhas^^ E por um lado ainda bem que é assim,porque (apesar de não serem medicadas já que não nos damos conta)não estão a sofrer nessa altura^^
    As crianças são cheias de energia,não me admira não teres dado por nada;)
    Os meus também raramente andam doentes e a minha maior as vezes anda com amigdalites 'daquelas' e eu não dou por nada--' E só reparo porque de vez em quando tenho de ir verificando pois ela tem uma úvula bífida nas amígdalas!!
    **Beijitos**
    *Magali*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida Magali! são males menores como eu costumo dizer ;-) nós mães é que ficamos logo de coração apertado (falo por mim!) mas que as nossas preocupações sejam sempre otites e amigdalites, é bom sinal! ;-)))
      beijokas e bons sonhos*

      Eliminar
  3. melhor assim ,,descobriste antes da febre apertar,,((( ja me aconteceu de eu ir com ela a medica e dizer, """"explicar com todo cuidado""" que Maria Eduarda passou a noite a com dores e febre e sem animo... e la quando chega no consultorio por incrível,, fica a correr a pular parece que lhe passa tudo e fico com a cara mesmo de "idiotona": -mas senhora doutora essa Maria Eduarda anda mesmo doente de todo,, passou a noite mal ...

    DOUTORA: " mas mae ela parece bem e ta esperta e brinca e fala",,e logo ao sair do medico ela fica mae doi me a barriga e doi isso e a febre aumenta ,,, e vai a correr para o banheiro,, nossa isso ja tem me acontecido algumas vezes,, ja cheguei em 15 dias ir a medica 2 vezes,,kkkkk,, coisas de nos maes !! so no entendemos a cara que fazemos algumas vezes,,MAS POR ESSA E POR OUTRAS TODO CUIDADO É POUCO,,É SEMPRE BOM TA ATENTA COM A SauDE NAO SE BRINCA PRINCIPALMENTE DAS NOSSAS QUERIDINHAS,, bjos e muitas melhorassssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eh eh eh! a Maria Eduarda no seu melhor! sempre danadinha :-))
      A sorte é que o nosso coração de mãe tem sempre razão e há algo que nos chama para o caminho certo... ahhhh pois, porque se fossemos na conversa delas estávamos tramadas! acho que era até cair para o lado... é incrível. É uma pena nós adultos já não termos esta resistência. Dava um jeitão!
      beijokinhas e bons sonhos*

      Eliminar
  4. As melhoras para a Princesa!
    Ainda bem que ela não ficou queixosa e anda bem animada, senão o coração de mãe ainda fica mais apertado!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Bem, energia não lhe falta! Mas é normal não dares conta porque à medida que crescem ficam mais resistentes, já não quebram nem dão sinais de fraqueza tão evidentes.
    O nosso instinto maternal é a melhor defesa!
    Eu já passei por cenas no consultório e nas urgências do hospital em que os médicos ficam incrédulos não acreditavam que o meu filho que saltava e pulava enquanto estava a ser observado afinal padecia de algo... ao fim de muitas situações, eu tinha que esperava que a febre aparecesse em força para ter a certeza e rumar ao médico (e com otites quase mensais até aos 4 anos, era mesmo um esforço arrastar o pequeno constantemente para o médico). Felizmente foi operado e agora está mais crescido, mas sempre activo e enérgico, é raro vê-lo quebrar.
    beijinhos e as melhoras rápidas para voltar à piscina que ela tanto gosta :)

    ResponderEliminar