sábado, 23 de fevereiro de 2013

Tal mãe, tal filha ♥

Sabem onde é que eu me perdi no fim de semana passado durante a nossa mini trip familiar?...imaginem?... não é difícil... nas LOJAS!!!.... ohhh meu Deus tive que fazer das tripas coração para me segurar porque já sabem que aqui a mamã é completamente doida por artigos handmade e nestas localidades há lojas com coisas para lá de fofinhas ao virar de cada esquina. Andávamos nós em pleno Sítio (na Nazaré) quando os meus olhos foram ao encontro deste poncho maravilhoso que estava pendurado à porta da Casa Nazaré Sítio (uma daquelas lojas típicas repletas de coisas lindas feitas pelas artesãs da região). Entrei, chamei a Rafaela (que andava desvairada aos pulos na rua ao pé do papá) e meti conversa com a senhora da loja que era a simpatia em pessoa. Fiquei a saber uma série de coisas sobre o artesanato da região e fiquei feliz da vida quando soube que tinham o tamanho da Rafaela. Ali estava eu completamente babada com a perfeição desta peça handmade em lã e ela a protestar porque estava cheia de calor (apesar do frio cortante) e não queria experimentar. Tive que abrir os olhos e mostrar cara zangada para ela enfiar aquilo pela cabeça e em seguida BABEI! ficou um apetite! vou levar!... e desejei ser criança para caber num igual... e não é que a senhora leu os meus pensamentos? nesse exato momento virou-se para mim e disse que também tinha para adulto. Eu nem queria acreditar! confesso que não tenho o hábito (nem gosto) de me vestir igual à minha filha assim como também não gosto de ver irmãos vestidos de igual. Uma coisa é estarem vestidos de forma harmoniosa (isso sim, dentro dos mesmos tons e padrões) outra coisa é andarem estilo fotocópia. Pessoalmente não gosto e até frisei isso quando estava grávida dos gémeos e me colocavam constantemente essa questão. Prezo a originalidade e a individualidade mas naquele momento abri uma exceção porque adorei o poncho e ali estava um à minha frente a fazer-me olhinhos (irresistível!). Nesse dia lá andámos vestidas de igual e muuuuito quentinhas (o que não se repetirá! agora é de forma alternada, estilo moeda ao ar!). E qual não foi o meu espanto quando soube que a artesã que faz estas peças leva apenas dois dias a fazer este poncho tão cheio de detalhes. Fiquei parva! dois dias!?... há pessoas com mãos de fada, há mesmo 




Rafaela: Poncho Casa Nazaré Sítio / Camisola de meia gola Petit Patapon / 
Calças Benetton / Carneiras Salta Pocinhas

Casa Nazaré Sítio, Largo de N.ª Srª da Nazaré 62 - 63 / Tel. 262 551 683

O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui

9 comentários:

  1. Adoro a vossa cumplicidade! é linda de se ver!Fez muito bem em abrir uma excepção porque o poncho é divinal. Eu faria o mesmo! também sou uma perdida por artigos feitos à mão. São incríveis e temos tão bons exemplos no nosso país. beijinhos. T

    ResponderEliminar
  2. Os ponchos são muito bonitos, gostei.
    Vocês estão lindas e super fofinhas,adorei vê-las.Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Concordo plenamente consigo no que toca à individualidade de cada um, mãe e filha, pai e filho (como no meu caso) ou entre irmãos, gémeos ou não...
    Mas acho que fez mto bem em abrir uma excepção... ficaram fantásticas e ainda mais cúmplices do que o "normal"...

    Parabéns pela compra e pelo blog...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Lindíssimas!!!
    Parabéns pela compra e pela mostra de cumplicidade!!!

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  5. Muito OBRIGADA pelas vossas palavras tão queridas!!
    ♥♥♥♥♥

    ResponderEliminar