sexta-feira, 12 de abril de 2013

As Fadas, as perguntas, a caderneta, o passeio pela Baixa/Chiado e o musical hoje à noite

Ter uma filha que fala pelos cotovelos e que tem uma curiosidade do tamanho do mundo é excelente mas que dá uma canseira, lá isso dá. Hoje tenho a cabeça estilo ressaca da estafa mental que ela me deu ontem. Agora está na escolinha e tenho que vos dizer que esta manhã de silêncio (onde só ouço os meus dedos no teclado e os nossos periquitos a piar) está a saber-me muuuuito bem. A verdade é que a Rafaela tem 5 anos mas não se entretém a fazer nada sozinha (talvez por culpa minha que sempre lhe dei e dou demasiada atenção). Está sempre a chamar-me "mamãzinha isto, mamãzinha aquilo"... e fala, fala, fala. Com apenas 2 anos já falava corretamente pelos cotovelos e hoje com cinco é uma matraca sem igual. Nunca pensei que alguém conseguisse passar o dia todo a falar e a fazer tanta pergunta. Aqueles olhos engolem o mundo, tudo lhe desperta curiosidade, tudo é motivo de conversa. Para além disso, nunca fica satisfeita com a primeira resposta e tem sempre mais um porquê na ponta da língua. Por vezes até me faz impressão pois quem a ouve falar não lhe dá 5 anos mas sim 7 ou 8. Está muito à frente como diz a educadora e isso é para mim motivo de orgulho mas também de preocupação pois faz perguntas que não são próprias da idade e revelam uma maturidade fora do normal... tem preocupações que não são próprias de uma menina da sua idade e é dona de um perfecionismo doentio que deixa qualquer um à beira de um ataque de nervos. Eu sei, eu também sou muito assim, mas eu tenho 37 e ela 5... para já não falar das perguntas sobre a morte (já falei sobre isso aqui) que começaram aos 2 anos (sim, aos 2 anos! é de loucos!) e hoje atingem um nível que me deixa em stress total pois ela desata a chorar porque quer saber mais isto e aquilo e eu não tenho mais nada para lhe explicar porque nunca morri e não sei o que se passa depois disso (nem quero saber tão depressa!)... enfim... um dia partilharei convosco algumas das perguntas hiper complexas que ela me faz... mas hoje não... é um assunto que perturba qualquer pessoa, ainda para mais quando vem da boca de um filho...

Hoje quero falar de coisas bonitas. Ontem chegou da escola super bem disposta a dissertar sobre a Fada das Chuchas (que já partilhei aqui neste post que adorei escrever) e a Fada dos Dentes. "Sabes mamã, estive a conversar com a Rita e com a Madalena sobre as Fadas. A Madalena diz que elas não existem. Quando um dente cai não é a Fada dos Dentes que dá uma moeda ou um presente! a Madalena diz que são os pais das crianças. É verdade mamã? as Fada das Chuchas e dos Dentes não existem?? são os pais?"

Sorri... parei... e apesar de lhe dizer sempre a verdade, desta vez optei por manter a fantasia pois afinal ela só tem 5 anos e isto das Fadas tem um encanto fabuloso. Um dia saberá que a Fada das Chuchas foi a mamã e o papá que criaram para o seu bem quando deixou a chucha aos 3 anos e meio (era um vício desgraçado!). Estava mais do que na hora pois a partir dos 2 anos a chucha torna-se extremamente prejudicial e ela já percebeu isso quando viu há dias uma menina da sua idade de chucha, cuja arcada superior já estava deformada projectando os dentes para a frente (para cima do lábio) estilo coelho. A típica boca de chucha como dizem alguns médicos. Há pais que não fazem caso e dão a desculpa que ninguém anda de chucha toda a vida mas a verdade é que quanto mais cedo as crianças a deixarem melhor para bem das arcadas dentárias, oclusão e maxilares. Mas escuso de dizer isto porque é do conhecimento geral e não há pediatra e dentista que não alerte para estes aspectos. Vale mais chorarem agora do que anos mais tarde quando já não há remédio. Tudo se resolve com um aparelho (pensam muitos pais!) mas a verdade é que os problemas de oclusão dão pano para mangas e quando se tornam visíveis já é tarde ... mas enfim, cada um sabe de si e dos seus...

Ela ouviu as minhas explicações com muita atenção, bombardeou-me com outras tantas perguntas e fez-me rir até às lágrimas com esta "E se a Fada estiver de férias quando nos cai um dente??? ficamos sem a moeda?"

Enfim, um fartote de rir! uma conversa animada à qual se seguiu uma ida até à Baixa. O Sol brindou-nos depois de almoço e eu aproveite para juntar o útil ao agradável. Fui conhecer um espaço que vou fotografar em  maio e em seguida aproveitei para espairecer pela Baixa/Chido na companhia da minha reguila que me deu uma estafa mental descomunal. É que isto de não estar quieta nem calada é de enlouquecer!! tanta conversa, tanta pergunta, chega a um ponto em que a minha cabeça já nem consegue pensar. A pediatra diz que é normal e saudável que assim seja, diz que é bom sinal pois tudo demonstra que há uma boa comunicação entre nós e que ela sente feedback e estimulo da minha parte... lá isso é verdade, explico-lhe tudo o que está ao meu alcance as vezes que forem necessárias para satisfazer todas as dúvidas.... mas confesso que chego a um ponto em que só me apetece dizer-lhe para se calar pleeeeease!.... bolas! é que não é fácil...

E lá lhe comprei a caderneta das Monsters High que ela tanto me tem pedido porque adora as vampirosas e porque as amigas já têm e blá blá blá. É a primeira vez que me pede para fazer uma coleção! tem uma caderneta da Kitty e das Princesas que os avós lhe ofereceram mas nenhuma delas foi a seu pedido. Esta foi a primeira!... e ainda trouxe um livro de exercícios didáticos. Mas agora vamos com calma porque cada pacote de cromos custa 60 cêntimos.... já não há nada barato nos dias que correm!


























 Rafaela: Laçinhos para o cabelo Claire's / óculos de Sol Chicco / fio Anjinho da Guarda Terços da Lupinha / sobretudo Lanidor / camisola de meia gola Prénatal / bolero Zara / saia Zara / collants Calzedonia / carneiras Salta Pocinhas

E logo à noite vamos novamente até à Baixa, mais precisamente ao Coliseu, à estreia do fantástico musical no gelo Aladino e a Gruta Mágica. Um convite que agradeço desde já ao Paulo Sousa Costa e à sua Yellow Star Company. Mais um excelente programa para fazer em família ;-)



O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui

6 comentários:

  1. Quanto mais leio o seu blog mais tenho a certeza que você é uma mãe exemplar. Divertida, brincalhona mas tão séria e acertada em tudo o que diz. Os meus parabéns! sou educadora e infelizmente vejo muitas crianças ao Deus dará sem qualquer tipo de apoio e diálogo familiar. Este seu blog é um deleite a todos os níveis. Joana S Moutinho

    ResponderEliminar
  2. Cara Joana, muito mas muito obrigada pelas suas palavras. É o maior elogio que alguém me pode fazer, acredite! mas olhe que NÃO sou perfeita! tento ser a melhor mãe que consigo mas tenho tanto para aprender! todos os dias descubro coisas novas e novas formas de lidar com as situações... tenho medos, dúvidas e também dou por mim aos gritos quando perco a paciência!... só sei que a maternidade é o maior desafio que uma mulher pode ter na vida ;-)
    beijinhos e muito obrigada pelo seu comentário que me deixou muito feliz.

    ResponderEliminar
  3. Cá em casa também tenho uma verdadeira matraca. Mas, segundo consta, sai à mãe :):)
    Um beijinho ara vocês

    ResponderEliminar
  4. Só hoje vim aqui parar (já não sei a partir de que blogue) e estou a gostar muito!
    Em relação a este post, só me deu vontade de fazer um comentário em relação às cadernetas de cromos: nunca foram baratas, ou melhor, as cadernetas costumam ter preços acessíveis, mas depois os cromos ficavam sempre um balúrdio, por causa, principalmente, dos inevitáveis "repetidos" (o problema reduz-se um pouco se muitas amigas tiverem a mesma caderneta, para fazerem trocas... mas sendo ainda pequena, será mais difícil).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de mais, BEM-VINDA Bruxa Mimi! fico contente por saber que descobriu o meu cantinho cor de rosa e que está a gostar ;-)
      Pois o problema está precisamente na troca! eh eh eh! por enquanto ainda tem pena de trocar os repetidos! gosta mais de os guardar numa caixinha ou de os colar no caderno onde cola as suas coisas queridas ;-)))

      Eliminar