quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Tanto me atormentou o juízo...

Das duas uma: ou a minha paciência já teve melhores dias ou a Rafaela tem estado com uma carga de energia superior ao normal (se é que isso ainda é possível)... confesso que já dou por mim a pensar "Será que estou a ficar velha para tanta pedalada? Para onde foi a minha paciência de santo? Será que estou a ficar senil ou a bicharoca anda com uns picos de energia de levar qualquer um à loucura?????".

De manhã vai para a escola, às 15h00 vou buscá-la, dou-lhe o lanche e em seguida pede-me logo para ir para o jardim. E lá vamos as duas a caminho do parque para esta criatura descarregar as baterias (as minhas ficam nas últimas mas as dela é como se nada fosse!). Corre, pula, trepa por todo o lado, faz novos amigos e brinca com os que já tem, joga à bola com a mamã, desata num pranto porque ainda não é desta que consegue saltar à corda como eu (ahhh pois! a mamã já tem muitos anos disto!) e fala, fala, fala até a minha cabeça já não conseguir raciocinar com tanta tagarelice. Chegamos a casa por volta das 19h00, eu com os nervos em franja com tanto disparate e agitação e ela a meter nojo lavada em suor e com umas rosas de cor gigantes naquela cara de anjinho reguila. A espuma do banho adquire uma tonalidade acastanhada mas a seguir fica toda cheirosa e pronta  para se atirar ao jantar. Come desalmadamente (e continua a falar!) e sinal de cansaço nem vê-lo!

Todos os dias antes de ir para a cama (ou a qualquer outra hora) inventa sempre algo para me atormentar... hoje não descansou enquanto não lhe pintei as unhas dos pés! Tanto me atormentou o juízo que lá lhe fiz a vontade. As mãos já viram a cor do verniz muitas vezes mas os pés estrearam-se hoje (tenho-me feito de surda aos pedidos anteriores que remontam aos 19/20 meses quando começou a despertar para os encantos da manicure). E lá foi ela a caminho do frigorífico buscar as caixinhas onde guardo os vernizes (para quem não sabe os vernizes chegam a durar anos quando conservados no frigorífico. Mantêm-se fluidos, não secam nem ficam pegajosos). 

E depois??? Vá de teimar que queria pintar as unhas sozinha!
"Ohhh Rafaela, por amor de Deus! Mas tu pensas que eu te quero ver disfarçada pela rua? Tu não vês que tens umas unhas pequenas e ficas toda esborratada? Ou deixas a mamã pintar ou então nada feito."

A muito custo lá concordou e no fim foi o delírio! O meu rico Lancôme 309 nas unhas desta criatura... o rosa que ela tanta gosta... amanhã quando chegar do parque já era!... vai começar logo a dizer que estalou e vai querer retoques... já sei como é... estou feita ao bife...

Mas no fundo tenho que dar a mão à palmatória e admitir que adorei ver estas "patinhas" tão queridas assim. E nem acredito que estou a dizer isto! Eu que nunca gostei de ver crianças com as unhas pintadas... eu que achava piroso... por isso é que nunca ouso criticar alguém porque os telhados são de vidro!... engole o sapo Paulinha porque muita coisa muda com a maternidade 










AngelLuzinha no facebook aqui

Continua a decorrer o passatempo em parceria com a La Redoute aqui no blog 

Sem comentários:

Enviar um comentário