quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Definitivamente não é um bom dia...

Ontem à tarde estive a fotografar. Hoje acordo com uma dor na cervical monumental. Não consigo mexer o pescoço nem para cima nem para baixo, nem para a esquerda nem para a direita. Eu e a cervical, the same old problem... mal me consigo pentear, calçar e dobrar... tudo o que implique mexer o pescoço custa-me horrores... mais uma crise, estou feita :-(

E a isto junta-se uma manhã passada na oficina. Acendeu-se uma luz estranha no meu popó... rumei à oficina e temos coisa séria. São os 14 anos e muita quilometragem! Tem sido uma máquina 5 estrelas, nunca me deu qualquer problema, mas o ano passado começou a consumir mais óleo do que é normal. Tenho estado sempre atenta, o mês passado já levou mais 2 litros e agora o sensor do oxigénio foi ao ar por causa das perdas de óleo. Hoje é o sensor, amanhã será outra coisa...  a única solução é atacar o problema na raíz, ou seja, desmontar o motor... mas só de pensar no orçamento até fico mal disposta... o valor pode passar os 5.000€, tudo depende do que encontrarem após desmontarem o dito cujo... mas não é coisa boa, não é não senhora...

Das duas uma, ou aposto no arranjo (sem garantias que fique a 100%) e mesmo sabendo que o valor da reparação superar largamente o valor actual do veículo (14 anos são 14 anos!) ou o troco por um novo. O meu sexto sentido diz-me que é melhor optar pela segunda hipótese e quando digo novo, refiro-me a um em segunda mão. No meio do azar até tive sorte pois a marca está a fazer uma venda privada (só para clientes) até domingo. 120 pópós semi-novos, todos com garantia e a um preço extraordinário. Amanhã lá estarei na companhia da pequena cria e do maridão que percebe destes assuntos.

E é assim... anda aqui uma pessoa a trabalhar e a fazer pela vida e de repente fica a braços com uma despesa monumental. Por momentos gostava de voltar aos séculos em que se andava de burro e carroça... estou com uma neura que nem posso... para já não falar nesta maldita dor :-(


10 comentários:

  1. As melhoras bem rápidas... Quanto ao carro acho mesmo melhor comprar um novo, hehe! 2ª mão claro, a vida está difícil para comprar novos... pelo menos para mim !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo Teresa ;-))
      Actualmente o mercado automóvel de usados é excelente, nem se justifica perder a cabeça num carro novo.

      Eliminar
  2. Deixa lá, Paula! Antes na oficina que na farmácia!!! bjss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da farmácia já ninguém me livra Teresa! Com esta dor só mesmo analgésicos e anti inflamatórios para cima... e vamos lá ver!... o ano passado só se foi com injecções :-((

      Eliminar
    2. Estou para o mesmo , ando aqui a tomar relaxante muscular a ver se a coisa vai ao sitio, normalmente também só vai la com injecçoes. Hoje vou a massagista a ver se ajuda...
      Marisa Ribeiro

      Eliminar
  3. Paulinha, e ir a uma sesseão de fisioterapia? sei tão bem como isso é, dores horrívesi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fisioterapia, osteopatia, acupunctura, já fiz de tudo um pouco... mas por vezes, basta um jeito qualquer e fico outra vez cheia de dores. Segunda feira tenho consulta para mostrar o novo raio x... vamos ver...

      Eliminar
  4. As melhoras!

    www.trapinhartes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. oh minha linda,,costumo pensar em algo que as vezes me consola quando sinto certas dores,,,EXISTME CASOS BEM PIORES,,PELO MENOS NAO ESTOU NO HOSPITAL QUE JA É UM HORROR nao passam as dores eu sei, mas me dao força pra suportar sem pirar,,,,ENQUANTO AO CARRO acho que um outro talvez fosse a melhor opcao visto ja o quanto ja rodou de estrada e de anos.!!,,mas de qualquer forma,,so nao tem problema quem ja morreu certo!! felicidades e animo ,,viu!!! bjos no coracao

    ResponderEliminar