sábado, 5 de outubro de 2013

Se não fosse a febre...

Este mês já tenho duas sessões para fotografar em estúdio (a pedido do cliente por causa do tempo incerto que obriga a planos de contingência) mas digo-vos que não há estúdio que se compare à mãe natureza. Hoje esteve um daqueles dias perfeitos! A luz, os cheiros do campo, as cores outonais, a temperatura amena... tudo perfeito menos a garganta da Rafaela!

Quem tem filhos sabe como é! Uma pessoa faz planos e depois quando menos espera, truca! Lá vem uma virose qualquer! Ontem durante a viagem começou a dizer que lhe doía a garganta e que lhe custava a engolir... hoje de manhã acordou com febre, dores de cabeça e com as amígdalas mais vermelhas que um tomate. Ficou triste. Pensou que já não rumaríamos à casa de campo, o nosso retiro no fim do mundo onde só se ouvem as ovelhas e os passarinhos. Adora lá ir. Anda à solta. Apanha laranjas, maçãs, limões, nozes e uvas. Faz sopas de ervas dentro de um alguidar. Varre o chão quinhentas vezes. Rega as oliveiras e as glicínias, observa as lagartas e as formigas, corre atrás dos gatos (mas já não encontra nenhum tão mansinho como este) e chega a casa suja, enlameada e super feliz. Depois do beburon ganhou novo alento e lá fomos nós (avós incluídos) a caminho deste pequeno paraíso onde não há vestígios de stress, barulho ou confusão.

Passou o dia bem disposta mas por volta das 6 da tarde a maldita febre começou a subir e regressámos à cidade. Banho, jantar, benuron e cama. Dorme tranquila. Vamos ver o que a noite nos reserva. Amanhã é dia de ir ter com a grande amiga Carla e rever outros cantinhos do meu Alentejo 


































Rafaela: Túnica Zippy / calças Lanidor / ténis All Star

AngelLuzinha Fotografia
Fotografo crianças, famílias, moda infantil, eventos e negócios (ateliers, lojas, artigos)
Ver portfólio, serviços, preços e contactos aqui

AngelLuzinha no facebook aqui

2 comentários: