domingo, 24 de novembro de 2013

Let's stay home

Com este frio medonho lá foi o meu maridão surfar. Diz que de manhã, bem cedo, é que o mar está como ele gosta. O mar e o vento. Enfim, ele lá sabe. Quem corre por gosto não se cansa. Já era surfista quando nos conhecemos (já lá vão 16 anos!) e é algo que lhe dá um prazer enorme. Chega a casa relaxado, feliz da vida e eu adoro vê-lo assim... o pior é que fico sempre preocupada... só descanso quando o vejo chegar a casa. Mas é a sua válvula de escape após uma longa e intensa semana de trabalho. E quando não há ondas já ninguém o atura! Fica rabugento! Mas eu compreendo-o perfeitamente pois eu também preciso de ir ao ginásio para me manter serena e exorcizar a minha energia diabólica. Só parei de fazer desporto quando estava grávida (na primeira gravidez estive sempre de baixa e na segunda não fiz por precaução) mas custou-me horrores. O desporto é um vício saudável e, quem o pratica por prazer, compreende perfeitamente o que estou a dizer. Treinar, transpirar, testar os nossos limites e tomar um banho no final. Um bem-estar inexplicável! Para alem disso, o corpo e a alma agradecem ;-)

Mas hoje ninguém me arranca de casa! Já tenho uma máquina de roupa a secar e outra a caminho. Tarefas domésticas em ordem, tudo limpo e organizado como eu gosto. O nosso ninho está um mimo e logo à tarde vamos erguer a árvore de Natal. Quando o papá chegar, vamos à arrecadação buscar a caixa gigante e toca de meter mãos à obra. Lá fora está um frio que não se aguenta mas aqui está-se tããããão bem ;-)


Sem comentários:

Enviar um comentário