quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Ser mãe é #13

Reaprender a vibrar com as pequenas coisas da vida!!
Ontem, antes de jantar, enquanto fechava o saco do balde do lixo, vi uma coisa preta ao lado que julguei ser um caroço de azeitona tresmalhado. Agarrei o "caroço" e qual não foi o meu espanto quando percebi que não era um caroço mas sim uma lesma em fuga. Devia ter vindo nalguma alface e assim que a larguei espetou os corninhos e começou a rastejar pelo lava loiças. 

"Rafaela, anda cá ver! Está aqui uma lesma!!"

Desta vez nem foi preciso chamá-la mais do que uma vez. Digo isto porque cada vez está mais surda, ou seja, só ouve aquilo que lhe apetece e eu fico à beira de um ataque de nervos com esta "doença" que afecta as crianças desta idade. Como é possível uma mãe não gritar?? Se há pessoa que detesta gritos e peixeiradas, essa pessoa sou eu, mas às vezes descontrolo-me completamente e dou por mim aos gritos para me fazer ouvir. Nunca pensei dizer isto, mas é verdade! Nunca digas desta água não beberei pois só uma mãe sabe a capacidade que um filho tem de nos enlouquecer com a surdez e teimosia...

Mas a Fada dos Animais veio a voar e adoptou-a de imediato. 

"Ohhhh, é tão querida! Olha os corninhos dela mamã! Vamos arranjar-lhe uma casinha! E temos que lhe dar um nome! Gosto de Catarina, Matilde e de Alice, e tu mamã??"

E a mamã lá arranjou uma caixa com uma folha de alface para alojar a criatura pegajosa. E a Alice (como acabou por a baptizar) lá ficou instalada e teve direito a uma mini sessão fotográfica antes de jantarmos.

"Amanhã a Alice vai comigo para a escola e depois devolvo-a à natureza para não morrer como morreram os meus caracóis!"




Hoje de manhã, mal abriu os olhos, foi ver se a bichinha estava bem e já não a largou. Levou-a para a escola para mostrar aos colegas e logo, quando a for buscar, vamos embrenhar-nos nas ervas para a deixar num lugar bem seguro. "Mamã, tem que ser longe da estrada para ela não morrer atropelada!"






O frio aperta e hoje vestiu esta camisola em lã da Petit Patapon que ainda lhe serve porque a comprei bastante folgada. Uma marca portuguesa que me deixa tanta saudade. Felizmente ainda fiz imensas compras antes de fechar as portas. A camisa é dos Patinhos.

AngelLuzinha Fotografia
Trabalhos realizados no local selecionado pelo cliente ou em estúdio
Fotografo crianças, famílias, moda infantil, eventos e negócios (ateliers, lojas, artigos).
Ver portfólio, serviços, preços e contactos aqui

AngelLuzinha no facebook aqui

2 comentários:

  1. Lindíssima e sempre tão feliz! E aproveito para lhe dar os parabéns porque é das poucas mães bloggers com bom gosto e bom senso ao mesmo tempo. Noutros blogs vejo crianças vestidas com meias pelo joelho e mangas a três quartos como se estivessem 30 graus!!! Por mais que me digam que não têm frio não deixo de achar ridículo e pouco sensato. Felizmente não vejo essa moda na sua filha que tem um estilo muito próprio e inconfundível. Os meus parabéns mais uma vez por marcar sempre a diferença.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho e pelas palavras tão queridas♥
      Em relação à sua observação sobre as outras mães bloggers não faço qualquer comentário. Não me diz respeito. Não critico nem julgo ninguém. Cada uma sabe da sua vida e dos seus filhotes. É esta a minha forma de estar na vida. beijinhos*

      Eliminar