terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

A caminho do Continente... não vai ser fácil!

Não quero! Não quero! Não quero! Este ano já não se quer mascarar de Branca de Neve. É isto.
Já lá vai o tempo em que um fato de Carnaval passava de geração em geração. Não havia muito por onde escolher e eram caríssimos. E olhem que nem foi assim há tanto tempo! Eu faço parte dessa geração que não trocava de fato todos os carnavais. Nunca me vesti de princesa, fada ou espanhola. Um desejo de infância que ficou recalcado... sniff :-( ... sempre sonhei ter um daqueles vestidos mega maravilhosos que se vendiam em Badajoz mas custavam um dinheirão e os meus pais não estavam para gastar uma pipa de massa para satisfazer os meus caprichos carnavalescos (nem os do meu irmão!). Vestia o fato de Minhota que era da minha prima (longe de parecer uma princesa!) e anos mais tarde encarnei num fantasma que caminhava pelas ruas na companhia dos meus vizinhos. E lá íamos nós munidos de bisnagas, estalinhos e boa disposição. Era uma animação! Sim, porque eu também sou do tempo em que se ia para a rua brincar e pular com os amigos/vizinhos... e era tão bom!

Hoje em dia a criançada muda de fato todos os anos e há quem tenha mais do que um porque os preços são realmente acessíveis. Agora o difícil é escolher! Os tempos mudaram mas aqui em casa também não gastamos balúrdios em fantasias para ficarem enjeitadas de um ano para o outro. Mas logo não me escapo! O desfile da escola é já na próxima sexta feira e esta tarde vou ter que me embrenhar no Continente para sua excelência escolher o novo traje. Já sei que vai entrar hipermercado adentro e vasculhar tudo e mais alguma coisa porque aquilo é um mundo! Já sei que vou apanhar uma camada de nervos mas nem me aventuro a escolher um fato sem o seu consentimento. Do alto dos seus 6 anos já sabe muito bem o que quer e em matéria de roupa ninguém a faz vestir uma coisa que não goste.

Ficam as fotos para recordar desta Branca de Neve que não pára de crescer e de me surpreender com o seu espírito tão doce, tão livre, tão único!


Entretanto, para me situar, já andei a dar uma vista de olhos pelas sugestões do Continente. Assim não perco lá a tarde toda e vamos diretas ao assunto (espero eu!). Tenho o hábito de fazer isto quando vou às compras. Primeiro dou uma espreitadela online para me facilitar a vida quando vou para o terreno. Assim, quando lá chegar, já sei o que quero... ou melhor, aquilo que ela quer! :-)

Estes são muito amorosos mas são de bebé. Já foi Joaninha quando tinha dois anos. Agora a onda é outra!


Aqui, entre a espanhola e a princesa, está o de Branca de Neve que ela vestiu o ano passado. 
São os clássicos que todas as meninas gostam (até a uma certa idade, pois claro!).


Pitratinhas cheias de estilo... mas não são a onda da Rafaela...


Oh my God! As monstras!... algo me diz que este ano vou ter uma monstra vampirosa aqui em casa... será? 


Elas e as suas princesices, ou melhor, monstrices!
Eles e os super heróis!



Girls e boys, todos tão diferentes mas ambos únicos e especiais para o coração de uma mãe 


1 comentário:

  1. Bom dia, estou ansiosa para saber qual a fatiota escolhida! bjos

    ResponderEliminar