sábado, 15 de fevereiro de 2014

Eu não troco. É disto que eu gosto.

O meu telemóvel estava a implorar por reforma. Quando o comprei era um must mas agora estava a ficar completamente obsoleto. A bateria nem aguentava mais que um dia, até porque a Rafaela adora fazer dele a sua máquina fotográfica. A modos que ontem, os meus amores ofereceram-me, em jeito de prenda de aniversário antecipada, um daqueles smart phones que faz tudo e mais alguma coisa. É lindo, fantástico, acede à net num piscar de olhos, tira umas fotos fantásticas... mas não é a mesma coisa! Quem faz da fotografia paixão e profissão compreende perfeitamente o que estou a dizer. A fotografia instantânea não me enche as medidas. Esta espécie de fast photography sabe-me a pouco. Não sou fã do conceito fast em nada na vida.  Há quem ande pelo instagram há uma série de tempo mas eu só ontem é que coloquei as três primeiras fotos na conta que abri há meses: http://instagram.com/paulaveigaclaro_angelluzinha.

Já me tinham perguntado porque é que não fazia uso do instagram e a resposta é esta: Sabe-me a pouco. Serve para aquilo que serve e nada mais. Agora com o novo brinquedo vou passar por lá mais vezes (o acesso à net é mais rápido, não me faz desesperar como o anterior) mas não troco o blog nem a minha bela Nikon por nada deste mundo. Há anos que ando na blogosfera e não me consigo fartar disto! Adoro este cantinho que construí com o melhor de mim. Adoro escrever, fotografar e editar. Gosto deste ritual. Gosto de apreciar o resultado final. Para além disso, a fotografia é um processo que envolve várias fases. Há um mundo infinito de escolhas antes e depois de disparar o obturador. O telemóvel em si jamais exercerá em mim o mesmo fascínio que uma reflex que me enche a mão e me permite captar a realidade de uma forma quase cristalina e do controlo manual. Há quem me diga que não precisa de uma câmera porque já tem um telemóvel topo de gama.. tudo bem, mas por muito boa que seja a imagem jamais será a mesma coisa. A fotografia também tem uma grande componente de prazer e esse lado só é saboreado por quem gosta de a fazer com alma. Mais sei que há mercado para tudo. Tudo depende do que cada um pretende da fotografia. Há leitoras que desejam comprar uma câmera e me escrevem a pedir opinião. Recebo imensos mails repletos de dúvidas e comparativos. Tudo depende do que pretendem atingir com ela e do que estão dispostas a gastar. A partir destas resposta é que posso dar uma opinião exacta para cada caso.

Quem bateu as palmas de contente foi a Rafaela que ficou com o meu telemóvel velho. Agora já pode fotografar tudo o que lhe der na cabeça sem ter que me ouvir "olha que fico sem bateria, olha que preciso dele, já chega!". Agora pode expandir esta paixão que já lhe corre nas veias. Adora fotografar tudo aquilo que lhe chama a atenção. Flores, bichinhos, brinquedos, os bonecos que dão na televisão, as coisas giras que vê nas lojas... chega a ser demais! Tem um sentido estético verdadeiramente apurado e uma noção de enquadramento e composição bastante interessante para a idade que tem. O instagram foi inaugurado ontem por duas fotos que ela nos tirou. Também adora fotografar a mamã e o Xuxu (é assim que trata o papá!).

E hoje? Hoje o dia acordou cheio de Sol e ninguém nos parou! Foi passear até mais não! Ela de telemóvel, eu de Nikon e o papá de mãos nos bolsos para se aquecer depois de uma bela surfada. Um fim de semana prolongado com sabor a mini férias... assim o Sol continue a brilhar! A primavera já espreita timidamente ;-)












AngelLuzinha Fotografia
Contactos, serviços e preços aqui


2 comentários:

  1. Que giro. Se com essa tenra idade já tem tanta noção de fotografia, vai dar uma artista e pêras. :)

    ResponderEliminar