segunda-feira, 7 de abril de 2014

Ser mãe é #21

Hoje de manhã, mal acordou, perguntou-se se ainda estava zangada e se podia vir um bocadinho para a minha cama para lhe dar miminhos. "Não, já não estou zangada meu amor. Mas já sabes que se voltares a fazer o mesmo tens castigo dos bons, ouviste?".

"Sim mamãzinha, eu não volto a fazer o mesmo".

"Espero bem que não. Espero que não me faltes com a tua palavra. Agora vamos em frente e não se fala mais no assunto. Anda cá! Vou-te atacar com miminhos mas é só 5 minutos para não chegares atrasada à escola!".


2 comentários:

  1. Ainda bem que já fizeram as pazes, outra coisa não era esperar uma vez que não conseguimos estar muito tempo zangadas com as nossas mais que tudo, falo por mim. Fico desgraçada quando castigo a minha e pior fico quando me passo a sério e lhe dou uma palmada no rabo (quando o rei faz anos), que foi o seu caso ontem. Espero que a palmada não lhe tenha doído muito porque não é esse o objetivo da palmada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu! Até fico mal disposta :-((
      A mim é que me doeu porque raramente lhe dou uma palmada e custa-me horrores ter que o fazer. Mas ontem, depois de tanta teimosia e desobediência foi a única alternativa. Tem que haver limites. Avisei-a tantas vezes mas não me ligou nenhuma! Não ficou debaixo do carro das compras por um triz. Que horror, fiquei gelada com o susto... gelada! É incrível como conseguem deixar-nos à beira de um colapso nervoso :(

      Eliminar