sexta-feira, 4 de julho de 2014

Foi desta! Nem acredito!

Cheguei a pensar que teria que recorrer às aulas da Decathlon para ela aprender a andar de bicicleta sem rodinhas. O ano passado tirei-lhe uma e a coisa não correu muito bem. Acabei por desistir porque as minhas costas já não aguentam andar curvada atrás dela. Das duas uma, ou sou eu que não consigo ensinar a bicharoca como deve ser ou é ela que não tem o mínimo jeito para a coisa!

Felizmente não foi preciso puxar da carteira para comprar duas ou três aulas porque ontem, de um momento para o outro, fez-se luz!

"Mamã, vou tirar uma roda! Desta vez vou conseguir!"

"Nem penses Rafaela! Não posso andar curvada atrás de ti porque posso perder a Amélie de vista! Tenho que ir olhando para ela não vá a raposinha perder-se aqui em Monsanto"

"Não te preocupes mamã. Eu tiro a roda e vou conseguir. Nem vais precisar de andar atrás de mim!"

Suspirei. Quando mete uma coisa na cabeça não há volta a dar. Lá tirou a roda... e eu fiquei parva a olhar. Desta vez equilibrou-se lindamente! Inacreditável!... nunca antes visto!

"Agora vou tirar a outra mamã!!! Vou conseguir! Estou preparada! Sinto que vou conseguir!!"

"Ohhh Rafaela, tu és doida! Tem calma! Isso não é assim! Vai treinando o equilíbrio com uma roda e depois, quando te sentires mais segura, logo tiras a outra daqui a uns dias. Não me arranjes trabalhos! Não quero passar a tarde no hospital, ouviste?"

Não fez caso. Não me ligou nenhuma. Suspirei. Encolhi os ombros enquanto olhava para ela e para a doida da raposinha que corria que nem uma desalmada. Lá a ajudei a tirar a outra. E a seguir???? A seguir deu-se um milagre! Então não é que começou a andar bicicleta como gente grande! Sem rodinhas, sem apoios!!

"Estás a ver mamã! Estás sempre a dizer-me que nunca se deve desistir e eu não desisti! Eu senti que era hoje e consegui, consegui, consegui!!!!"

E conseguiu. E para ali andou a tarde toda a esvoaçar (com alguns trambolhões à mistura). Agora é aperfeiçoar. E eu que já duvidava das suas capacidades para o mundo das 2 rodas quando via as outras crianças andarem sem rodinhas. Como é que é possível? Aos 7 meses gatinhava por todo o lado, aos 11 andava sozinha, aos dois anos largou as fraldas e falava pelos cotovelos, aprendeu a nadar num mês e agora não consegue andar de bicicleta como deve ser depois de tanto treino? Afinal, tudo tem o seu tempo. Não se pode ser bom em tudo... cada criança tem o seu ritmo e as suas aptidões... nós adultos é que temos a mania de colocar a carroça à frente dos bois e exigir demais... queremos que os nossos filhos sejam sempre os melhores... somos uns tontos! Mais tarde ou mais cedo eles chegam lá ;-)

E assim foi. A mais velha treinava enquanto a mais nova se rebolava na terra e corria que nem uma desalmada. É a loucura! Com estas duas não falta animação! Os meus dias passaram a ser aiiiiiiiiiiiinda mais hilariantes!


Rafaela: Túnica Vertbaudet / Calções Zara

AngelLuzinha

2 comentários:

  1. Eles conseguem surpreender-nos!! Os meus também foi assim, quase sem eu dar por isso! O Fred aprendeu na escolinha sozinho, sem ajudas... o mais novo aprendeu aqui em casa e também na escolinha. Via o mano e tanto insistiu que conseguiu! Nada de dores de costas para os papás! Eles pouparam-nos a isso! eheheheh! Yey! Congrats à Rafaela pelo feito! Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. fantástico. Ainda me lembro bem do dia em que comecei a andar de bicicleta sem rodinhas ;)
    Tenho de arranjar e limpar a minha bicicleta para a filhota a herdar. parabéns Rafaela.

    ResponderEliminar