quinta-feira, 24 de julho de 2014

O melhor da vida

Rumar à nossa casa de campo tem sempre um sabor especial. Se os meus avós fossem vivos iam adorar ver como estimamos cada palmo deste retiro onde foram tão felizes. Aqui respira-se tranquilidade, liberdade e descontração. Aqui os dias são mais longos e as noites mais estreladas. Aqui sentimos a paz a apoderar-se do nosso espírito. Aqui conseguimos descomprimir a 100% do stress citadino. Aqui só se ouvem as ovelhas, os grilos e os galos. Aqui reina o sossego e saboreia-se a vida em slow motion.


A Rafaela ficou histérica quando a avó lhe perguntou se queria "piscinar" no alguidar. Estão a imaginar a alegria, não estão? Foi a loucura! ADOROU! Passou a tarde no quintal a chapinhar e a cantar!


É tããããão bom ser criança! 
Quando for maior vai adorar recordar estes momentos absolutamente deliciosos 



Depois da banhoca toca de regar (mais uma vez!) as flores, as oliveiras e as figueiras. 
Muito gosta ela de andar de regador na mão! Uma felicidade que dá gosto ver!


Fresca e super à vontade com o chapéu Silvia Melo Pontinhos e a túnica Benetton (comprei dois números acima e serve de vestido de praia. Adoro!). 


"Mamã, mamã! Traz a máquina depressa! Está aqui um gafanhoto muito querido!"


Amanhã regressamos a Lisboa.
Vamos de coração cheio e com a bagagem repleta de historias para contar ao papá ;-)

AngelLuzinha

Sem comentários:

Enviar um comentário