segunda-feira, 25 de maio de 2015

Happiness is the prettiest thing you can wear

Porque é que eu gosto tanto de colecionar momentos? Porque são eles que nos carregam as baterias e nos alimentam a alma. É aos bons momentos que vou buscar força quando ela me falta. É aos bons momentos que vou beber energia quando a vida me tira o ânimo. São a rede que me prende ao melhor da vida e me segura quando ela não me sorri. Nesses momentos, fecho os olhos e deixo que as boas recordações me invadam o espírito. Aquele sorriso, aquele olhar, aquela música, aquele luar. Tenho pena que nem toda a gente saiba dar o devido valor aos momentos. Tenho pena que muita gente viva presa à futilidade do ter e não à poesia do viver.

Isto tudo para dizer que o dia de ontem vai ficar na tal caixinha das boas recordações. Fez 18 anos que começámos a namorar e 12 que casámos. Uma dupla comemoração vivida a três entre o verde e o azul do "nosso" Vimeiro. A Nikon ficou em casa. Prometi ao meu marido e à Rafaela que lhes ia dar descanso. Só levei o telemóvel porque uma viciada como eu não consegue andar sem algo que faça clique!

E foi bom, muito bom. Nota 20 para a surpresa que o Hotel Ô Golf Mar nos preparou. No final do almoço a Rafaela estava numa excitação que não se aguentava!

"Mas o que é que se passa?"

"Nada, nada! Estou só à espera que vocês acabem de comer!"

"Não inventes Rafaela! Deixa-me comer sossegada se faz favor porque hoje não há pressas."

"Pois... mas eu não me aguento!"

"Não me digas! Queres ir à casa de banho? É sempre à hora das refeições!"

"Não! Não é nada disso! Não me aguento sem dizer que vos prepararam uma surpresa! Eu já sei o que é mas prometi que não ia dizer nada!

Eu e o papá ficámos corados. Ups... surpresa?... no fim apareceram-nos com um mini bolo de noiva e champanhe. Wow! Que amores! Foi um momento absolutamente mágico, daqueles que apetece carregar na pausa e ficar a contemplar. A Rafaela fez questão de servir tudo. Quis cortar o bolo, servir o champanhe... e assim foi!


E no fim ainda sacou do telemóvel e tirou-nos esta foto que vou guardar no baú das preferidas. Uma foto que resume tudo o que me vai cá dentro. Obrigada minha querida filha! De um amor assim só podia nascer uma bicharoca fofinha como tu 


AngelLuzinha

Sem comentários:

Enviar um comentário