segunda-feira, 20 de julho de 2015

Fugir...

Nunca fui uma pessoa dada a confusões. Gosto de paz e sossego e adoro perder-me nestes locais onde consigo respirar e relaxar. Já lá vai o tempo em que me dava ao trabalho de ir à praia ao fim de semana. O papá continua a ir surfar às 7 da manhã (quando há ondas, pois claro!) mas depois fugimos da confusão. Já não há pachorra para enfrentar o trânsito descomunal, procurar estacionamento e andar à procura de um lugar onde estender a toalha. Felizmente o que não falta em Lisboa são programas alternativos e passear pela cidade é do melhor que se pode fazer nesta altura do ano. Passear, descobrir novos caminhos, visitar museus e respirar a tão desejada tranquilidade. Desta vez andámos pelo Jardim da Tapada das Necessidades, um dos locais mais inspiradores que conheço em pleno coração de Lisboa. Aqui fica a dica para quem gosta de fugir à confusão, fazer um piquenique em família, ler um livro ou estender uma toalha na relva e ficar a contemplar a luz e o sossego que a natureza nos oferece.



Qual é a criança que não gosta de descobrir novos caminhos e correr à vontade sem carros e confusões? É uma descanso para elas e para nós.



Pensava que ia conseguir fazer festinhas ao pavão mas ele não estava para aí virado. Nada de intimidades!


O Gilberto comeu a sopa toda por isso também veio connosco! Quem nos segue no instagram já o conhece de outras aventuras :-)




Rafaela:  Macaco Vintage Bazaar / sandálias Zara / óculos de sol Polaroid / colar Terços da Lupinha (edição Shell especial primavera verão 2015) / elástico para o cabelo Decathlon.

Eu: Camisola Mo /calções Zara / alpercatas Paez

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

2 comentários:

  1. E é por isso que eu gosto tanto de passar pelo seu blog! Essa paz transparece no seu trabalho e a Paula consegue manter-se sempre fiel a si mesma, o que é de louvar numa blogosfera cada vez mais desinteressante. Continue assim, sempre a inspirar-nos com a sua forma tão única de estar.

    ResponderEliminar