quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Um destino de sonho

O que é um destino de sonho? É aquele onde nos sentimos bem. Pode ser simples, luxuoso, frio, quente, longe, perto mas o que realmente importa é a forma como nos toca a alma. E é isso que sinto cada vez que rumo ao Vimeiro e ao Hotel Ô Golf Mar. Ali sinto-me em casa. Cada vez que me vou embora sou invadida por uma nostalgia atrofiante que me enche de vontade de agarrar nas malas e mudar-me definitivamente para aquela região. O ano passado foi assim e este ano vou pelo mesmo caminho. Chegámos a Lisboa na segunda à noite (depois de fazermos uma maratona de quilómetros para ir buscar a dona raposa ao Alentejo) e ainda não parei de olhar para as milhentas fotos que tirei. O ser humano é assim. Somos todos movidos por paixões e a maior parte delas não se explicam. Sentem-se, movem-nos, inspiram-nos mas não se explicam. 

Há quem goste de luxo e confusão, eu prefiro o sossego e a simplicidade. Não era capaz de viver isolada no meio da serra, nem pensar (no Natal estou três dias na nossa casa de campo e começo logo a subir às paredes!) mas adoro respirar livremente sem demasiado caos à minha volta. Nem 8 nem 80.

E nesta zona temos precisamente o melhor dos dois mundos (para o  nosso gosto, pois claro!). De um lado a costa cheia de praias maravilhosas (algumas ainda meio selvagens e cheias de ondas para quem gosta de surfar!) e do outro a serra a perder de vista cheia de cantos e recantos para explorar. E é aqui que eu me perco! Não sou grande fã de praia mas adoro caminhar horas e horas pelo campo. Por isso mesmo, aqui fica a dica para quem for para estes lados. Comecem na praia do Porto Novo e a seguir sigam pelo maravilhoso caminho que nos leva até às Termas do Vimeiro. Quando chegarem às Termas continuem em frente porque vale a pena! São cerca de 6 km mas fazem-se com uma perna às costas entre conversas, descobertas e amoras! Um trajeto top para quem gosta de correr, caminhar, andar de bicicleta ou espairecer. E se gostam de descobrir novos spots, arrisquem e embrenhem-se pelo mato. Vale a pena, acreditem ;-)


























A beleza da simplicidade e de tudo aquilo que mais aprecio na vida: família, liberdade, sossego, amor e muita descontração,

Fotos e mais fotos! Há muitas mais no meu instagram

2 comentários:

  1. Que post, que fotos!!! E quem me dera ter a sua excelente forma física Paula! Desculpe a pergunta mas a tatuagem que tem no tornozelo é permanente? Gostava de fazer uma mas tenho receio que seja doloroso :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Carlota :-))))

      Sim, a tatuagem é permanente, já cá anda há 19 anos ;-) Tenho mais duas e garanto-lhe que a dor é perfeitamente suportável. Nas zonas com mais osso (omoplata, costas) é mais doloroso mas não é nada do outro mundo. A dimensão também é importante. Se fizer uma que cubra uma grande área é óbvio que vai acabar por sentir algum desconforto.... mas tudo perfeitamente suportável ;-)

      Eliminar