quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

O nosso Natal

Nos últimos dois anos passámos o Natal na nossa casa de campo mas este foi passado na da cidade porque estamos mais perto de tudo. Adoro chegar a Portalegre e dar uma volta a pé no dia 24 depois de almoço. Gosto de sentir o frio, subir a rua do comércio até à Sé, cruzar-me com antigas colegas do liceu e outras pessoas que não vejo há anos, dar um salto ao café para a Rafaela beber o seu garoto com os avós e ir registando estes momentos para mais tarde recordar (muitos deles foram diretamente para o instagram). Pequenos rituais, coisas simples que me enchem a alma.

Sei que é uma época de almoços e jantares demorados mas mesmo assim ninguém me apanha muito tempo sentada à mesa ou no sofá! Tenho bichos carpinteiros, não consigo estar muito tempo parada e depois de comer gosto de passear em família por estas ruas onde o frio se junta com o cheiro das lareiras.

No dia 24 por Portalegre até ao último raio de sol ;-)


Rafaela: Lenço Levi's do Atelier des Enfants
Casaco Zippy
Botas Ubik


Nasci e vive em Portalegre durante 18 anos e nunca me lembro de ver uma iluminação deslumbrante. A deste ano estava fraquíssima. Safou-se o largo do velho plátano no centro da cidade.



O dia 25 acordou soalheiro, luminoso e com uma temperatura bastante agradável. Estava frio mas nada do outro mundo (coisa rara por estas paragens onde os termómetros costumam andar pelos 6/7 graus). A Rafaela acordou com um misto de alegria e desilusão porque ainda não foi desta que conseguiu ver o Pai Natal. Andou num excitex que não se aguentava, fez-lhe uma espera junto à árvore, colocou os telemóveis e o tablet a filmar e só dizia: "É desta! Eu vou provar aos meus colegas que ele existe! Vou ser a primeira criança do mundo a ver o Pai Natal verdadeiro! Vou filmá-lo e mostrar a toda a gente que ele existe!".

Antes da meia noite fomos dar o nosso tradicional passeio e quando chegámos a casa os presentes já estavam debaixo da árvore. O Pai Natal cumpriu a sua tarefa, bebeu o leite, comeu as bolachas, levou a cenoura para as renas mas não deixou rasto nos vídeos. A pobre Rafaela ainda andou a correr a ver se o via mas nada! E foi aqui que percebermos que, por muito que nos custe, vamos ter que lhe contar a verdade. "O Pai Natal nunca me falhou mas desta vez desiludiu-me bastante! Tanto que eu lhe pedi para me deixar vê-lo! Não acredito que ainda não foi desta! Não acredito! O presente que eu mais queria era vê-lo!"

E de manhã, antes de darmos um pulo até ao jardim, chorou de desilusão. "Pensava que era desta mas agora só daqui a um ano é que posso tentar outra vez... um ano! Vou ter que esperar um ano mas não vou desistir! Vou já começar a pensar num plano para o apanhar! Será que ele se transforma em fumo para ninguém o ver? Como é que ele não ficou registado nos vídeos? Mas ninguém se consegue transformar em fumo, só os bonecos animados! Para a próxima não me escapa ou eu não me chamo Rafaela!"... e as lágrimas escorriam-lhe pela cara... e a desilusão sobrepôs-se à felicidade do momento e dos presentes que recebeu.

Enfim... deu-me pena, muita pena. Eu avisei-a mas ela nunca me deu ouvidos. Meteu na cabeça que o ia ver e mais nada. Eu bem lhe disse que ninguém no mundo o conseguia apanhar mas ela só me respondia: "Não percebo mamã! Estás sempre a dizer que nunca devemos desistir dos nossos sonhos e agora queres que eu desista de apanhar o Pai Natal? Estás doida? Eu não vou desistir!".

Mediante isto só temos uma hipótese: Deixar esfriar a coisa e contar-lhe a verdade. Vai custar-me imenso mas vai ter que ser. Não vejo outra alternativa.

No dia 24 um salto ao Jardim da Corredoura para animar esta miúda que adorou ver as árvores decoradas com flores e fitas de papel e crochet











O look escolhido para o dia de Natal. Um look que também vai servir para o dia a dia porque gosto de "investir" em coordenados para vestir e não para ficarem arrumados no guarda roupa.

Casaco Knot
Camisa Maria Gorda
Vestido Zara
Collants pretos Calzedonia
Carneiras Reguila 
Laços cabelo Claire's (já não gosta de usar laços grandes. Diz que são de bebé!)


Depois de almoço um salto até à vila de Castelo de Vide que transpirava Natal! Adorei a iluminação (tão simples mas tão gira!) e o presépio esculpido em madeira (lindo!). Parabéns às mãos que fizeram tamanha obra ;-)





 As árvores das ruas principais vestiram-se de luz... um encanto ao cair da noite!


E assim se passou o nosso Natal entre o calor da família e a magia da quadra. A festa continuou no dia 26 com o aniversário da nossa crescida. Foi um dia mega feliz e aproveito já para agradecer todas as mensagens queridas que deixaram no facebook e instagram. As fotos seguem no próximo post ;-)

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

4 comentários:

  1. Feliz 2016!
    Beijinhos.

    www.trapinhartes.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada e igualmente! Com muita saúde e tudo de bom ;-)

      Eliminar
  2. Gostei do segundo look da Rafaela, mas o importante é ela se sentir bem :)

    ResponderEliminar