domingo, 17 de janeiro de 2016

A loja da Rafaela... porque a brincar também se aprende!

Andam de volta dos euros e dos cêntimos nas aulas de matemática. Problemas, trocos, notas, moedas... um mundo de contas e mais contas. Quando era mais pequena e me via receber umas moedas de troco dizia: "Ehhh mamã, deram-te tanto dinheiro!". Uma vez pôs a fila da caixa do Continente a rir quando olhou para mim e exclamou: "Estás a ver mamã! Estavas a dizer que não tinhas dinheiro para comprar a boneca mas agora já tens porque a senhora acabou de te dar muito!".

Enfim, era o delírio! Achava que toda a gente me dava dinheiro e que eu andava armada em milionária Tio Patinhas. Mas os anos passaram e a miúda lá percebeu que não tem uma mãe milionária e que os trocos são apenas a diferença. Ninguém nos dá nada e não ficamos mais ricos (muito pelo contrário!) cada vez que vamos ao supermercado ou pagamos as portagens ou blá blá blá.

De qualquer forma, nada como passar da teoria à prática para assimilar a coisa como deve ser. Sim, porque uma coisa é estudar o dinheiro no livro de matemática (e resolver problemas atrás de problemas!) e outra é mexer na massa e ir às compras como gente grande. Por isso mesmo, aproveitámos o domingo chuvoso para montar a barraca no quarto dela. Por ela passávamos horas nisto mas já lhe explique que nem sempre estou para aí virada. De qualquer forma, desde bebé que aproveito as nossas brincadeiras para lhe ir passando conhecimentos. É uma forma de juntar o útil ao agradável. Hoje encarnei na Frankie e fui às compras à loja da Rafaela Rainbow Dash. Uma loja à série com dinheiro a sério para fazer os trocos sem enganar a clientela ;-)

A D. Amélie também participou mas na hora de pagar fugia sempre! Um fartote de rir :-)


"O que é isto D. Amélie? O osso custa 25€ e a senhora só me deu 1€! Faltam 24€!!!!!! Aqui não damos fiado!"


"Frankie!!! Temos que chamar a polícia! A D. Amélie fugiu sem pagar!"


 Os preços marcados por ela em pedacinhos de papel :-)


O serviço da Bela do Monstro já está reservado!



"Não refile D. Amélie! A senhora tem que pagar como todos os clientes!"



Umas horas de brincadeira onde aprendeu sem fazer caras de frete. Sim, porque uma boa brincadeira é  mais eficaz que uma boa aula de matemática, acreditem ;-)


Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook


4 comentários:

  1. Top! Quem tem uma mãe assim tem tudo!! :)

    ResponderEliminar
  2. O ar da Amelie na segunfa foto! Não se aguenta! O que eu já me ri, muito muito bom :))

    ResponderEliminar
  3. Uma excelente ideia que vou guardar porque não tarda vou eu estar nessas andanças... Bjs

    ResponderEliminar
  4. Espectacular! Quando eu era pequena também tinha uma barraquinha armada, um móvel com balcão, dois pilares e um tecto que fazia de loja para vender produtos (embalagens vazias de cereais, de manteiga etc) à minha prima. Era tipo mini-mercado de aldeia, que era na altura a referência que tínhamos! Que saudades... Éramos tão originais nas brincadeiras! Agora lá tento puxar pela filhota e em cada bricadeira temos sempre de passar ensinamentos como tu dizes! 2 beijinhos :)

    ResponderEliminar