terça-feira, 17 de maio de 2016

Mulheres portuguesas: As receitas e a obra da Gabriela Oliveira

Gabriela Oliveira nasceu em 1975, no Norte de Portugal. Vive em Lisboa, tem três filhos e tornou-se vegetariana há quase duas décadas. É licenciada em Comunicação Social (fomos colegas na faculdade, velhos tempos!) e colaborou, como jornalista freelancer, em várias publicações, como os semanários Sol e Expresso, e as revistas Pais & Filhos e Notícias Magazine (do Diário de Notícias e Jornal de Notícias). Os seus trabalhos centram-se, sobretudo, nas temáticas da alimentação, do ensino e da família.

É autora dos livros Alimentação Vegetariana para Bebés e Crianças (Arteplural, 1996, 2011), Avós Precisam-se – A importância dos laços entre avós e netos (Arteplural, 2012), Cozinha Vegetariana para Quem Quer Poupar (Arteplural, 2014) e Cozinha Vegetariana para Quem Quer Ser Saudável (Arteplural, 2015).

Adora escrever, comunicar, criar receitas e fotografá-las. Realiza workshops de culinária e apresenta uma rubrica semanal com receitas vegan no programa A Praça, na RTP. Em suma, é uma referência na área do vegetarianismo e alimentação saudável em Portugal. Todos os seus livros se transformam em best sellers e agora lançou mais um dedicado à cozinha vegetariana para bebés e crianças (o lançamento decorreu na semana passada na Fnac do Colombo). 

Podemos oferecer refeições vegetarianas a bebés? Como preparar e combinar os alimentos típicos da culinária vegetariana? Que cuidados devemos ter ao introduzir estes alimentos nos menus infantis? As crianças podem seguir um regime 100% vegetariano e crescer saudáveis e felizes? A que estratégias podemos recorrer para as crianças provarem e gostarem de alimentos mais naturais?

A Gabriela, mãe de três filhos vegetarianos, responde a estas e outras interrogações ao longo do seu livro onde apresenta 150 receitas ilustradas (fotos lindas, todas da sua autoria!) sugestões de menus, quadros nutricionais e indicações para introduzir os alimentos nos primeiros anos de vida. Receitas 100% vegetarianas, fáceis de preparar, saudáveis, económicas, saborosas e adequadas às diferentes fases de crescimento, desde os primeiros purés, papas e sopinhas, aos leites vegetais, iogurtes, manteigas, cereais integrais, pratos completos e sobremesas para dias de festa – sem ovos, Lactose, açúcar ou outros produtos refinados.


Um livro que ajuda a cuidar carinhosamente dos bebés, que incentiva as crianças a apreciar os legumes e que desperta hábitos saudáveis em toda a família, com grandes benefícios para a saúde e para o planeta ;-)

O livro já está à venda nas principais livrarias de norte a sul do país e digo-vos que vale mesmo a pena! Conheço o trabalho da Gabriela há muitos anos, os seus livros fazem parte da minha biblioteca, já me deliciei com várias refeições preparadas por ela e as suas dicas estão sempre presentes na nossa cozinha porque, apesar de não sermos vegetarianos (comemos carne de frango e peixe de vez em quando) somos adeptos de uma alimentação saudável e as suas obras são verdadeiras bíblias nesta área. Recomendo ;-)




Se quiserem rever as outras Mulheres Portuguesas (cheias de garra e talento!) que já passaram por esta rubrica, basta espreitarem aqui

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook


1 comentário:

  1. Não concordo em absoluto com extremismos. Acho que uma alimentação tem que ser equilibrada e tem que ter de tudo um pouco.
    Já foi provado cientificamente que os sumos detox, na realidade de detox têm muito pouco e que até podem provocar danos no organismos se consumidos em demasia. Em minha opinião isto é mais uma moda. Concordo que se deva reduzir o teor em sal, açúcar, gorduras, comer menos carne vermelha. Agora extremismos de vegetarianismo ou veganismo, definitivamente, não.

    ResponderEliminar