segunda-feira, 9 de maio de 2016

Vale mais prevenir que remediar

Qual é a criança que não gosta de andar de escadas rolantes e elevadores? Eu adorava mas passei a detestar a partir do momento em que fiquei fechada num elevador antes de ir para o teste de ciências da natureza! Nessa altura (tinha eu uns 12 anos) o que estava a dar lá na escola era passar os intervalos a andar de elevador (patetices próprias da idades! não lembra a ninguém) mas nesse dia lixei-me e apanhei um susto que recordo até hoje. Estava quase a tocar para a entrada, íamos ter teste e ali estávamos nós (eu e mais meia dúzia de colegas!) fechadas num elevador. Felizmente tudo acabou bem mas cheguei ao teste a tremer que nem varas verdes. Um susto que me serviu de lição e hoje só ando de elevador quando é estritamente necessário. Quando estava grávida, por exemplo, os vizinhos faziam questão de me dar a vez mas eu agradecia e arrastava-me até casa pelas escadas porque "E se fico ali fechada e entro em trabalho de parto com o susto? No way!"

Memórias que me vieram à cabeça este sábado quando fomos assistir, a convite da ThyssenKrupp, ao workshop de segurança que decorreu no Oeiras Parque. Um workshop dirigido às famílias onde o Super Zero explicou e exemplificou tudo ao pormenor. A verdade é que muitas crianças não cumprem as regras de segurança quando andam nos elevadores ou nas escadas/tapetes rolantes e muitas vezes são os próprios pais que incentivam a brincadeiras, nem se apercebendo dos riscos que correm. As escadas rolantes são seguras mas o uso indevido das mesmas pode ter consequências graves. Felizmente a Rafaela já sabe a lição de cor e salteado mas mesmo assim aqui a chata da mamã faz questão de lhe dar sempre a mão porque com os miúdos todo o cuidado é pouco e uma pessoa nunca sabe quando é que lhes dá para o disparate.

Tomem nota: Quando queremos chamar o elevador basta carregarmos uma vez no botão. Não vale a pena carregar muuuuitas porque não é por isso que ele vai subir ou descer mais depressa. A seguir, quando entramos, nada de carregar em todos os andares ao mesmo tempo como se estivéssemos a jogar no iPad! Ahhhhh e nada de andarem aos pulos ou de se encostarem às portas pelas razões óbvias.

Relativamente às escadas ou tapetes rolantes nada de chinelos ou crocs porque podem ficar presos, nada de atacadores soltos e pés em cima das barras laterais porque, ao contrário do que muita gente pensa, as escadas e os tapetes rolantes não param caso algo fique lá preso. Em suma, devemos circular sempre na parte central e dar a mão aos nossos filhotes para que não tenham a tentação de ir limpar os sapatos na escovas laterais (como vejo tantas crianças fazer! é um perigo).

Por último, não tendem (por favor!!) transportar os carrinhos dos vossos bebés pelas escadas rolantes. Não se esqueçam que os acidentes não acontecem só aos outros e que vale mais prevenir que remediar.


Com o Super Zero, o herói da ThyssenKrupp 
Super Zero????? Sim, de zero acidentes ;-)


Depois da teoria vamos à prática porque só assim se limam erros e distrações


Quem é que vai ganhar o jogo do Sobe e Desce? Quem é que vai acertar em tudo?

´
"Não vou falhar nenhuma resposta!"

E não falhou mesmo! Grande Rafaela! Temos uma perita em segurança ;-)


Obrigada ThyssenKrupp por este final de tarde à maneira ;-)



Rafaela: Colar Terços da Lupinha / Camisa e calças Zara / Carneiras Reguila
Eu: Blusa MO / Calções comprados na FIA 2015 / Botas Gardenia

FOTOS cedidas pela Thyssen

Sem comentários:

Enviar um comentário