segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Dois livros obrigatórios para pais e professores

Os miúdos não nascem com manual de instruções mas o  nosso instinto  maternal vai-nos guiando ao longo da vida, o que não significa que não procuremos ajuda externa em certas situações porque uma mãe deve estar sempre disposta a aprender (nem que seja com os próprios erros porque mãe que é mãe também erra muito!). Por isso mesmo, hoje apresento-vos estes duas obras que me chamaram a atenção pela temática. Estão cheias de conselhos e técnicas úteis e garanto-vos que nos podem dar um jeitão naqueles momentos em que o cansaço nos rouba a paciência e nos impossibilita de estar à altura de certos desafios. Sim, porque os miúdos crescem e cada fase é um verdadeiro labirinto de emoções e descobertas. Convém não nos perdermos para que lhes possamos dar a melhor orientação possível (sem perdermos a nossa sanidade mental pelo meio!).

"Filho, presta atenção!" da autoria da piscóloga Ana Manta, especialista em desenvolvimento infantil, reúne uma série de dicas e estratégias para ajudar pais e filhos quando há problemas de concentração. As crianças vivem rodeadas de informação e estímulos. É assim desde que nascem e o ritmo das novidades não tende a abrandar com a idade. Talvez por isso lhes seja tão difícil manter a atenção e a concentração, não apenas na escola mas durante a realização de muitas das suas tarefas diárias. Tal gera muitas vezes dificuldades de aprendizagem e atrapalha o processo de conhecimento. A boa notícia é que existem dicas e estratégias que se podem aplicar em casa e na sala de aula de forma a aumentar a concentração das crianças e assim potenciarem os bons resultados escolares.

Para Ana Manta, é fundamental ajudar as crianças desde pequenas a focarem-se no essencial. Daí o propósito deste livro: auxiliar os pais a melhorar a capacidade de concentração e atenção dos seus filhos através de técnicas simples, eficazes e divertidas. As táticas vão variando conforme a idade, com exercícios para os bebés e até à adolescência e não requerem conhecimentos específicos. Só disponibilidade, paciência e este livro para trabalhar em família ;-)


Sim, os adolescentes têm necessidade de discordar, desafiar e arriscar! A instabilidade emocional, a mudança e o distanciamento são inevitáveis entre pais e filhos (nem quero pensar!). É uma fase em que é preciso alterar regras, renegociar e flexibilizar, com boas doses de paciência por parte dos pais que devem estar prepatados para educar e ajudar os filhos na construção e descoberta da própria personalidade. Rita Castanheira Alves, psicóloga clínica na área infantil e juvenil, mostra-nos através da sua obra "Adolescência, os Anos da Mundança", como é possível resolver e desmistificar os mais difíceis obstáculos que surgem ao longo de uma adolescência saudável e plena.
Incluindo soluções concretas e exemplos reais, a autora reflete sobre quão necessário é perceber e reinventar, de forma inteligente e equilibrada, a relação entre pais e filhos porque a chegada da adolescência está cheia de alterações e tem características especificas, distintas do antes (infância) e do depois (idade adulta), com marcos biológicos e comportamentais únicos. Um obra imperdível acabada de chegar às bancas ;-)


Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

Sem comentários:

Enviar um comentário