quarta-feira, 14 de junho de 2017

O quarto "novo" da Rafaela


Desde quinta feira que ando um bocado desaparecida do blog e redes sociais. Porquê? Porque aproveitei estes dias para mergulhar a fundo nas limpezas e arrumações. Há meses que andava para dar uma volta geral à casa, à arrecadação e sobretudo ao quarto da Rafaela que estava a ficar absolutamente caótico. Já não aguentava olhar para aquele acumular de tralha, a sério! Aquilo já me mexia com os nervos! A verdade é que ela guarda tudo e mais alguma coisa (vocês sabem como é! os vossos também não devem ser muito diferentes!) e uma pessoa enlouquece no meio de tanta bonecada, livro, papelinhos, bilhetes da melhor amiga, recortes, desenhos, construções, coleções, caixinhas, pacotinhos, pedras, conchinhas e plantas! Sim, porque se eu a deixasse também transformava o quarto num jardim (adora semear todo o tipo de sementes que traz da rua, é um horror!).

A modos que este fim de semana não trabalhei e aproveitei a folga e a ajuda do papá (sim, porque um homem dá sempre jeito nestas coisas!) para limpar, destralhar e mudar quase tudo do lugar. Móveis, cama, brinquedos, levou tudo uma volta e o quarto nem parece o mesmo!


Cama, cão e urso de peluche Ikea
Colcha e almofada Mocho Primark
Ovelha, porco e burro Amigos da Quinta do Lidl
Borboleta da Chicco (ainda dos tempos de bebé)
Anjinhos da Guarda Boo&Me, Miminhos da Mamã, Inês Colaço e Laços e Laçarotes

Ela adorou o resultado final mas, até lá chegarmos, não foi fácil! Tive mesmo que levantar a voz porque a minha paciência não é de ferro (parece mas não é!) e destralhar o quarto dos miúdos é o tipo de tarefa que leva qualquer mãe à beira de um ataque de nervos. Mas entre suspiros e protestos lá conseguiu fazer uma mega triagem. Os brinquedos com que já não brinca mas tem pena de dar foram para a arrecadação, outros doei às Lojas Solidárias e os restantes ficaram devidamente arrumados no quarto (benditas caixas da Ikea!). Na segunda feira meti-me na arrecadação (que também estava a rebentar pelas costuras!) e continuei a destralhar como se não houvesse amanhã! No fim ainda doei mais três sacos de livros à Biblioteca Municipal e uma palete de roupa e brinquedos a quem mais precisa. A verdade é que nunca fui uma pessoa materialista. Gosto de viver com o que me faz falta e pouco mais. O excesso só nos atrapalha a vida. A única coisa que coleciono são momentos (e suplementos alimentares e cremes, vá lá! mas neste caso a saúde até agradece!). Mas explicar isto a uma criança nem sempre é fácil, sobretudo quando vivemos numa sociedade estupidamente consumista em que o ter se sobrepõe ao ser. Mas com o tempo ela vai começar a perceber :) 


O quarto parece novo mas a única coisa nova que lhe comprei foi um candeeiro para a secretária onde estuda (o anterior que vos mostrei neste post ficou na cómoda junto à cama para ler à noite). A verdade é que basta destralhar e mudar os móveis de lugar para se sentir uma lufada de ar fresco.

Por exemplo, esta arca da Vertbaudet (onde guardo a roupa dela da estação anterior) tinha uma pilha de bonecada em cima e agora mudou de lugar e serve de banco com as almofadas da Leroy Merlin (que vocês também já conhecem porque já cá andam há algum tempo). Um canto querido que nem parece o mesmo!



Sim, a moda dos spinners também já chegou cá a casa e estes foram oferta da melhor amiga que é chinesa e tem uma mega loja com centenas deles de toda a maneira e feitio (sorte a da Rafaela... desgraça a minha que não dou conta da tralha!)

E agora reparem só na patinha da Amélie! Já domina o verdinho eh eh eh!



Os Trolls e a Casa da Árvore da Imaginarium (que já vos tinha mostrado neste post) foram das poucas coisas que permaneceram no mesmo lugar. Adora!



E depois há brinquedos que têm alma porque nos fazem recordar pessoas queridas, como esta bailarina que a Prof Susana lhe ofereceu nos tempos do Jardim de Infância  


Perfeito era ter um quarto com vista para um quintal gigante (como este que temos na nossa casa de campo) mas aqui na cidade só se pode dar ao luxo de expandir a horta à medida do parapeito da janela. E já não é mau!



Agora só falta mudar a cor das paredes porque a fase do cor de rosa já lá vai. Mas antes de meter mãos à obra (sim, sou a pintora de serviço cá em casa!) tenho que estudar primeiro o azul (a cor preferida dela) para perceber como é que vai resultar. Num futuro próximo... tenho que amadurecer  a ideia... e ganhar coragem!

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook


8 comentários:

  1. é mesmo o que preciso de fazer no quarto deles.... destralhar mas muito mesmo..... tb ando a adiar, mas está a chegar a hora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que ser Sara! Chega a um ponto em que já não se aguenta!!!!

      Eliminar
  2. kkkkkk Rindo muito aqui, posso imaginar o tanto de bens que acumulou por ai. Aqui não é diferente Paula tenho dois um menino de 10 anos e uma menina de 7 anos, como as meninas tem coisas para guardar aff... E aqui também faço essa limpa todo ano fazemos doações de coisas que não vamos utilizar. Mas o bom que aqui eu não sou muito consumista e os filhos vão seguindo meus passos. O Pai também não é de consumir muito mas, adora uma coleçãozinha sabe ;)
    Adorei seu cantinho vou te procurar no Instagram.
    Super bjs
    Dri :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que neste aspeto as crianças são todas iguais :))) Têm a capacidade de acumular tralha como ninguém!! A minha até guarda laços e toda a espécie de papéis para depois fazer as suas criações. Para ela tudo pode vir a ter utilidade... é de bradar aos céus!

      Eliminar
    2. Minha nossa sei eu era assim quando pequena kkkk. Minha menina guarda algumas coisas também, vamos tentando controlar a situação para não serem acumuladores :) bjs

      Eliminar
  3. Ficou perfeito e lindo como ela. Beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  4. Eu vou fazer isso amanhã hahaha tbm ando em modo que já não consigo olhar para o quarto dela... ��

    ResponderEliminar