terça-feira, 3 de outubro de 2017

Monsieur Cuisine


No sábado de manhã arrastaram-me literalmente para a cozinha (aquele sítio de onde eu fujo como o diabo da cruz!!!) mas, neste caso, não foi para uma cozinha qualquer! Foi para a Cru Kitchen, um espaço super agradável que abriu este mês em Belém e que está ao dispor de todos aqueles que pretendem dar workshops de cozinha e afins. Para além disso, a companhia foi do melhor e adorámos rever o querido Chef Hernâni Ermida que nos explicou tudinho sobre o novo robot de cozinha Monsieur Cuisine da Silvercrest (uma marca exclusiva do Lidl).


Aqui estamos nós muita atentas às dicas do Chef para não fazermos má figura (falo por mim que sou uma naba nestas coisas, apesar destes robots serem perfeitos para quem não nasceu com veia de Chef)


Aqui está ele! O novo Monsieur Cuisine apresenta uma tecnologia avançada que inclui três programas automáticos, 10 níveis de velocidade, função turbo complementar, temporizador de 90 minutos e potência de 1.800W (1000w para cozinhar e de 800w para misturar).

Além disso, traz ainda uma espátula e duas tigelas de vapor, bem como balança, lâmina reversível e novas funcionalidades, como pesar, triturar, amassar e cozer a vapor. Dispõe também de um temporizador de maior duração, ideal para quem aproveita o tempo do cozinhado para fazer outras tarefas domésticas (eu!).

E o preço, perguntam vocês?  Custa uns simpáticos 249 euros e vem ainda acompanhado de um livro com mais de 100 receitas deliciosas, saudáveis e de fácil preparação (como se pretende!).


De qualquer forma, o melhor é arregaçar as mangas e meter as mãos na massa para testar cada funcionalidade e saborear o resultado final (e foi o que fizémos!).


Começámos por um creme de curgete com alho francês, a seguir preparámos um salmão (delicioso!) com puré de batata doce e brócolos cozidos a vapor e rematámos com um gelado de morango e framboesa (daqueles de comer e chorar por mais!).


Nota 20 para a balança incorporada no topo. Muito mais prática e funcional em comparação com outros robots de cozinha à venda no mercado.


Nestas coisas a Rafaela sai definitivamente ao pai. Tem queda para a cozinha e não perde uma oportunidade de dar largas à sua veia de mini Chef (e quando se apanha com o Chef Hernâni aproveita todos os segundos para aprender mais... sorte a minha que ainda hei-de comer muitas refeições preparadas por ela!!)











Em 20 minutos fizémos o puré de batata doce e cozemos o salmão e os brócolos a vapor. 
Aqui está ;)



 De comer e chorar por mais, é o que vos digo ;)




No fim o Chef quis ouvir a nossa opinião e a classificação foi unânime! Cinco estrelas ;)

Mas aqui para nós (que ninguém nos ouve) o robot é top mas eu trazia era o Chef Hernâni cá para a minha cozinha! Admiro-o imenso, é extraordinário como pessoa e profissional 

FOTOS cedidas pelo Lidl

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

4 comentários:

  1. Acho incrível que em todas as atividades em que participa é sempre a única que leva a filha. Isso já não é amor. É obsessão pura, o que não é de todo saudável. Há atividades para adultos, para crianças e para adultos e crianças.
    Já sei que vai ficar muito zangada, mas é somente a minha opinião. A menina não se sente deslocada? Já pensou nisso. Quer tanto deixá-la ser criança e depois passa a vida a arrastá-la atrás de si. Nem sempre nem nunca

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Pois é minha querida mas cá em casa é assim desde que nasceu! Se em bebé vinha comigo para todo o lado, agora que está uma crescida e adora novas experiências, melhor ainda! Aprende, diverte-se e sente-se como peixe na água porque esta é a sua realidade desde que nasceu. Aliás, sei que segue o blog atentamente por isso já deve ter percebido que não faço parte do clube das mães que têm os avós por perto para deixar as crianças, nem do clube das mães divorciadas que têm os filhos a seu cargo semana sim, semana não, nem do clube das mães que têm babysitters. Posto isto, pergunto-lhe: Se fui convidada para um evento no sábado de manhã e o meu marido está fora, o que é que faço? Não vou, levo-a comigo ou deixo-a sozinha em casa? Enfim, obcecada é a senhora pela vida alheia. Preocupe-se consigo e com os seus e faça o favor de se dar ao trabalho de pensar antes de opinar.

      Eliminar
  2. Leio e releio opiniões e artigos destes robot's de cozinha mas tenho sempre dúvidas de investir dinheiro e depois deixar o mágico aparelho encostado às boxes...porque também leio muitas opiniões de quem comprou e se arrependeu...
    este é um dos que têm preço acessível... um dia perco a cabeça :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para quem quer poupar tempo na cozinha são do melhor ;) para mim o único inconveniente de todos estes robots reside no facto de termos que seguir à risca as instruções (quantidades, temperaturas, tempo, etc) para elaborarmos as receitas. Por um lado é ótimo porque assim não há falhas e os pratos saem perfeitos mas por outro condicionam a liberdade a quem gosta de inventar e arriscar na cozinha (mas nestes casos também podem dar uma grande ajuda numa série de tarefas!). Em suma, são um bom investimento, sem dúvida ;)

      Eliminar